Yahoo é "demitido" do Snapchat por não saber usar a plataforma

Avatar

Por Paula Zogbi

20 de outubro de 2015 às 11:40 - Atualizado há 5 anos

Logo Black Friday 2020

Nossos melhores Cursos Executivos ou Programas Internacionais com até 50% off

Quero saber mais

Vem aí a melhor formação de líderes do Brasil

Logo Liderança Exponencial Aprenda as novas competências fundamentais para desenvolver uma liderança exponencial e desenvolva diferenciais competitivos para se tornar um profissional de destaque no mercado.

100% online, aulas ao vivo e gravadas

Próxima turma: De 14 a 17/Dez, das 19hs às 22hs

Inscreva-se agora

A ferramenta “Discover” do Snapchat acaba de chutar um dos seus membros, de acordo com o Fast Company. E sem tato algum: a substituição do Yahoo pelo Buzzfeed na plataforma nem foi avisada antes de ocorrer.

Com algumas marcas selecionadas, a seção de descoberta do aplicativo inclui doze nomes como Comedy Central, Vice e Cosmopolitan, que trabalham com uma linguagem específica para o público jovem que é o alvo principal do app. Mas aparentemente, o Yahoo não sabia lidar com essa linguagem.

A decisão, de acordo com o site, foi tomada em julho: “a maior parte do conteúdo do Yahoo parecia um noticiário antigo: a âncora Katie Couric aparecia sentada em uma mesa, lendo notícias para uma câmera, com o logo do Yahoo atrás. As crianças fugiam disso”, disseram executivos de mídia do Snapchat.

Outras fontes disseram que a companhia foi notificada de que o conteúdo estaria aquém das expectativas, e que o Yahoo não estaria recebendo os números de sua audiência, o que sugere que o descontentamento já tinha um certo histórico.

A parte triste foi a decepção: a priori, o CEO do Snapchat Evan Spiegel acreditava muito no trabalho de Couric, a âncora que não soube lidar com a linguagem proposta. Tanto que o contrato fora fechado diretamente com ela.

No ano passado, em uma rodada de investimentos que arrecadou US$10 bilhões ao Snapchat, o Yahoo foi um dos investidores.