Y Combinator lança divisão de investimentos em startups de biotech

Tainá Freitas

Por Tainá Freitas

15 de janeiro de 2018 às 11:11 - Atualizado há 3 anos

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

A Y Combinator é uma das maiores aceleradoras de startups do mundo. A aceleradora, além de investir em startups de diversos portifólios, investiu no Dropbox e Airbnb. Agora, a Y Combinator lançou uma divisão de biotech para investir em tecnologias específicas do setor.

Para saber como a tecnologia pode melhorar serviços de saúde e ajudar no desenvolvimento de novas soluções, participe da HealthTech Conference e Missão Health, uma imersão nas tecnologias de saúde do Vale do Silício – o ecossistema mais inovador do mundo.

O presidente da aceleradora, Sam Altman, divulgou que a startup está lançando o “Bio”, no qual investirá em startups early-stage ainda em fase laboratorial.

Mesmo dentro de um segmento, há diversas tecnologias abordadas pelas biotech. É por isso que a Y Combinator decidiu se concentrar em uma sub-área por vez, e a primeira será healthspan e doenças causadas por idade avançada.

“Nós achamos que é uma grande oportunidade de ajudar as pessoas a viverem saudáveis por mais tempo, e essa pode ser uma das melhores maneiras de ajudar em nossa crise de saúde”, escreveu Altman.

A Y Combinator oferece um programa de aceleração no qual investe US$ 120 mil em startups, que se mudam para o Vale do Silício por três meses para trabalharem com a aceleradora e dão o equity de 7% das empresas.

No caso, devido ao YC Bio, as startups de saúde que atenderem ao tema proposto serão investidas de US$ 500 mil à US$ 1 milhão e darão de 10 à 20% de equity em troca. Outros acordos também poderão ser oferecidos.

A Y Combinator também oferecerá espaços de laboratório – e ainda está buscando parceiros nesse quesito – para as startups e acesso à grandes experts da área de saúde. As startups biotech escolherão se desejam participar do YC Bio ou se preferem o programa convencional.

[php snippet=5]