XBox One vai ficar mais caro e a culpa é do dólar (segundo a Microsoft)

Avatar

Por Ricardo Bonfim

6 de outubro de 2015 às 16:44 - Atualizado há 5 anos

Vem aí a melhor formação de líderes do Brasil

Logo Liderança Exponencial Aprenda as novas competências fundamentais para desenvolver uma liderança exponencial e desenvolva diferenciais competitivos para se tornar um profissional de destaque no mercado.

100% online, aulas ao vivo e gravadas

Próxima turma: De 22 a 25/Fev - 2021, das 19hs às 22hs

Inscreva-se agora
Logo Cyber Monday 2020

Só hoje, nossos melhores Cursos Executivos ou Programas Internacionais com até 50% off

Quero saber mais

SÃO PAULO – A partir do dia 1º de novembro, o console XBox One, da Microsoft, deve ficar mais caro. O preço tabelado do modelo com HD de 500 GB e sem Kinect (o sensor de movimento) passará a ficar entre R$ 2,5 mil e R$ 3 mil, mais ou menos a mesma faixa de preço do seu principal concorrente, que há pouco tempo passou a ser fabricado no Brasil, o Playstation 4 da Sony. Atualmente, o PS4 tem preço oficial de R$ 2.599. 

O preço atual do XBox One é de R$ 1.999, de modo que o aumento previsto será de 25%. Já a versão de 1TB de memória, que ainda não estreou em terras tupiniquins, vai entrar no Brasil já custando R$ 2,9 mil.  

Segundo o gerente geral de XBox no Brasil, Wilen Puccinelli, os valores subiram por conta da disparada do dólar no último mês. “Depois de avaliar cuidadosamente as flutuações cambiais (…), estamos ajustando os preços de varejo sugeridos de consoles Xbox atualmente no mercado, a partir de primeiro de novembro”, disse em comunicado. 

O que fica claro com o anúncio é que quem estava esperando a Black Friday para comprar o seu XBox mais barato pode começar a rever a sua estratégia.