Walmart cria serviço de drive-thru para compras e mescla online com offline

Tainá Freitas

Por Tainá Freitas

25 de outubro de 2017 às 15:55 - Atualizado há 3 anos

Vem aí a melhor formação de líderes do Brasil

Logo Liderança Exponencial Aprenda as novas competências fundamentais para desenvolver uma liderança exponencial e desenvolva diferenciais competitivos para se tornar um profissional de destaque no mercado.

100% online, aulas ao vivo e gravadas

Próxima turma: De 14 a 17/Dez, das 19hs às 22hs

Inscreva-se agora
Logo Cyber Monday 2020

Só hoje, nossos melhores Cursos Executivos ou Programas Internacionais com até 50% off

Quero saber mais

Há dois anos, o Walmart, um dos maiores varejistas do mundo, implementou uma solução para unir seu e-commerce com as lojas físicas: um “personal shopper”. O “personal shopper” faz as compras no mercado pelo cliente e entrega no estacionamento da loja escolhida. Das 4.699 lojas do Walmart nos Estados Unidos, o serviço está disponível em cerca de mil lojas.

Pelo e-commerce, o cliente escolhe e compra os produtos desejados e uma solicitação é enviada para um funcionário, que começa a selecionar os produtos nas prateleiras. Quando se aproxima o horário de retirada escolhido pelo cliente, os produtos já estão embalados na estação de entrega do estacionamento da loja. O cliente não precisa nem sair do carro para ter os produtos que deseja, já que os próprios funcionários ajudam a colocar as compras no veículo. O serviço é gratuito e chamado de “pickup” pela empresa.

Enquanto muitos varejistas apostam na entrega em domicílio (algo que a empresa já faz em parceria com a Uber em algumas cidades), o Walmart busca novas opções de economizar o tempo do cliente. Para um executivo da empresa, grande parte dos Estados Unidos está mais aberta ao drive-through do que ao delivery.  A marca aposta na economia do tempo para ser mais bem vista e ter uma proximidade ainda maior com o cliente ao atender suas necessidades.

O serviço de drive-through é mais vantajoso pois a empresa não tem custos com a entrega em domicílio e o cliente não precisa arcar com o frete. Para alguns clientes, pode ser mais vantajoso buscar as compras no horário desejado ao invés de esperar que seja entregue em casa, principalmente para os que passam em frente de lojas da empresa todos os dias.

O Walmart contratou milhares de funcionários para atender o novo serviço em suas lojas, segundo a empresa. Eles podem recorrer à ajuda de um dispositivo GPS que indica a localização dos produtos nas prateleiras, estabelecendo uma rota a ser seguida.

Pode acontecer de o produto requisitado pelo cliente não estar mais disponível na loja, e a solução é improvisar: são escolhidos substitutos parecidos (inclusive no volume da embalagem), que são sinalizados com uma etiqueta.

Recentemente, a empresa informou que está testando um novo modelo de delivery – o funcionário entrega as compras e as guarda na geladeira. Quando o cliente não está em casa, o serviço é acompanhado por uma câmera de segurança doméstica.

As novidades do Walmart a concederam o título de principal inovador do varejo para a empresa durante décadas. É a forma como a empresa continua competitiva em meio ao surgimento de outras gigantes do varejo, como a Amazon.

O CEO do Walmart.com do Brasil será palestrante na Retail Conference da StartSe, onde discutirá as novas perspectivas do mercado de varejo e e-commerces – um evento destinado para falar de práticas que podem aumentar a rentabilidade de seu negócio, diminuir custos e aumentar receitas. Confira programação e garanta sua vaga antes que acabem as vagas!

(Via Exame)

Participe do maior censo de startups do Brasil! Não deixe de entrar no grupo de discussão da StartSe no Facebook e de inscrever-se na nossa newsletter para receber o melhor de nosso conteúdo!

E caso você tenha em patrocinar os eventos da Startse, entre em contato no patrocinio@startse.com.

[php snippet=5]