Volkswagen já tem data para acabar com carros a gasolina e diesel

Avatar

Por Diogo Max

5 de dezembro de 2018 às 11:57 - Atualizado há 2 anos

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

A Volkswagen já sabe quando vai parar de desenvolver os últimos carros a combustão (gasolina e diesel). É em 2026, daqui a 8 anos.

A informação foi dada pelo chefe de estratégia da montadora, Michael Jost, durante uma conferência perto da sede da empresa, em Wolfsburg, na Alemanha. Todas as marcas vão passar a se concentrar em carros elétricos.

A estratégia da Volkswagen surge após a montadora se envolver em um escândalo em 2015 nos Estados Unidos. A companhia instalou deliberadamente um dispositivo nos carros movidos a diesel, que fraudava para as autoridades e consumidores a quantidade de emissões de dióxido de carbono lançadas no ar.

Como consequência do “dieselgate”, a empresa trocou de presidente e teve de pagar uma multa pesada de 25 bilhões de dólares nos Estados Unidos.

Durante a conferência, o estrategista da Volks também falou que a marca vai parar de vender carros a combustão em 2040. Ele também afirmou que a montadora continuará a adaptar seus veículos para atender aos padrões ambientais, uma forma de cumprir as metas do acordo climático de Paris.

Carros elétricos

A maior montadora do mundo já começou a dar seus primeiros passos no mundo dos carros elétricos.

A Volkswagen já vende no Reino Unido o e-up!, um compacto totalmente elétrico. A empresa também disponibiliza a versão elétrica do Golf, esse último também à venda nos Estados Unidos.

A empresa planeja também lançar na Europa um crossover compacto de aproximadamente 20 mil euros (87 mil reais na cotação desta quarta), capaz de competir com a Tesla, de Elon Musk. As vendas devem começar a acontecer em 2020.

No próximo ano, a Porsche (uma das marcas controladas pela Volks) deve lançar o Taycan, totalmente elétrico, cuja produção foi aumentada, devido ao crescimento da demanda pelo produto.