Venda de smartphones novos cai e abre espaço para mercado de usados

Avatar

Por Lucas Bicudo

28 de março de 2016 às 12:39 - Atualizado há 5 anos

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

Podemos dizer que o mercado de smartphones já tem uma década de vida ativa nas costas. Muitos modelos foram lançados, trilhares de possibilidades e funcionalidades foram descobertas e, sobretudo, muito crescimento financeiro e tecnológico foi computado.

Em 2015, um fenômeno foi de frente com essa tendência e mostrou alguns indícios de um provável cansaço com a elitização dos smartphones: a venda de aparelhos novos caiu 13,4% e, segundo a consultoria IDC, isso está abrindo espaço para o mercado de usados.

Os maiores motivos apontados para esse cenário são a crise econômica, o aumento do preço médio de mercado e o fato de que cada vez mais as pessoas já possuem aparelhos próprios e só necessitam agora trocar seus modelos antigos por de novas gerações.

Existe também a questão de que muitos os tratam como artigos de luxo. Houve um crescimento médio de 17% em seus valores finais, saindo de uma média de R$ 750,00 por aparelho e indo para R$ 880,00. Apesar de um aumento nas receitas dos varejistas, a queda na quantidade vendida foi significante. As perspectivas para 2016 não são as melhores – o ano também deve apresentar uma queda de pelo menos 13% no volume de vendas.

Paralelo aos sinais de inflação do setor, cresce a busca por alternativas no mercado secundário, seja para comprar um aparelho usado, seja para vender seu aparelho e usá-lo como forma de pagamento na aquisição de um novo. A informalidade desse tipo de negociação ainda afasta muitos usuários, porém cada vez mais empresas surgem atuando nessa área e oferecendo uma maior segurança na hora de fazer sua transação.

Bruno Fuschi, fundador do Brused, o primeiro site do Brasil a comprar e revender smartphones usados, afirma que as perspectivas para o mercado de usados são as melhores possíveis:

“Nós tivemos um crescimento de 100% em 2015. Com o preço do aparelho novo cada vez mais alto, as pessoas buscam alternativas: ou ela vai comprar um aparelho usado ou ela vai utilizar o usado que ela possui para alavancar a compra de um aparelho mais novo, que pode ser um produto novo ou mesmo um usado. Nós conseguimos ajudar nas duas pontas, oferecendo um serviço de qualidade e segurança para um mercado que de fato ainda é muito informal”.

Para fazer uma negociação basta acessar o site da empresa e em poucos cliques você pode fazer uma proposta de venda ou realizar a compra de um produto. A empresa espera continuar crescendo forte em 2016:

“Vamos buscar novamente o 100% de crescimento em 2016. O Brused é uma excelente ferramenta para facilitar a negociação de smartphones usados e nós vamos continuar investindo em nossos serviços para deixar a ferramenta ainda melhor. Queremos mitigar esse efeito de preços cada vez maiores no mercado dos aparelhos novos”.

A tendência é que esse mercado fique cada vez mais parecido com o mercado de automóveis, com o mercado secundário tendo grande relevância para o próprio mercado em si.