US$ 600 bilhões: isso é o que valem as 154 maiores startups do mundo

Avatar

Por Júnior Borneli

1 de fevereiro de 2017 às 09:39 - Atualizado há 4 anos

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

O sonho da maioria dos empreendedores de startup é conquistar o título de “unicórnio”, ou seja, atingir valor de mercado igual ou superior a US$ 1 bilhão. Mas isso é algo muito, muito difícil.

Atualmente, no mundo, há 154 unicórnios, de acordo com o Wall Street Journal. Na lista do CB Insights são 186. No topo da lista está o Uber, avaliado em US$ 68 bilhões. No top 10 ainda aparecem empresas conhecidas como Airbnb e Snapchat, e outras nem tão conhecidas no Brasil, como as chinesas Xiaomi e Didi Chuxing. Aqui, nesse artigo, você conhece com detalhes cada uma das empresas do top 10 e entende melhor o que cada uma delas faz.

Não existe uma fórmula mágica para criar uma startup de sucesso, muito menos um unicórnio. Mas alguns investidores e gestores de empresas de venture capital têm algumas dicas importantes:

Faça parte de um setor específico

Os setores de e-commerce, software e de comércio representam, cada um, 20% do número total de startups unicórnio na Europa. O que faz mais sucesso, entretanto, é o de fintech, que conta com sete startups que valem mais de US$ 40 bilhões juntas.

Comece com 30 e poucos anos

O fundador do Snapchat, Evan Epiegel, tem apenas 25 anos. Elizabeth Holmes, criadora da Theranos, 32. O fundador do Uber, Travis Kalanick, 39. Na Europa, cerca de 58% das startups que valem mais de US$ 1 bilhão foram fundadas por empreendedores na casa dos trinta anos. Apenas 23% delas foram fundadas por alguém com menos de 30. Ou seja, a história do garotão que fica bilionário é a exceção e não a regra.

Mantenha a equipe de fundadores intacta

Cerca de três quartos das startups unicórnios europeias ainda são comandadas por ao menos um membro do time original que a fundou. Apenas 13% delas não possuem nenhum membro fundador.

Levante muito dinheiro

O valor médio de investimentos necessários para criar um unicórnio é de US$ 140 milhões, sendo que a idade média de uma empresa unicórnio na Europa é de 9 anos. Quanto aos investimentos, apenas uma em cinco unicórnios levantaram mais de US$ 50 milhões – e apenas 10% conseguiram um valor superior a US$ 300 milhões.

Tenha bom relacionamento com investidores

37% das empresas unicórnio receberam investimentos de cinco a oito investidores, mostrando que uma grande rede de investidoers é a chave no processo. O Spotify, por exemplo, possui 17 investidores. Também é interessante buscar investimentos de grandes venture capital mundiais. No Invest Class você conhece alguns dos maiores investidores do Brasil.

Se você está iniciando sua startup agora, uma outra dica é começar do jeito certo. Entender como funciona a validação do produto, saber analisar o mercado e cuidar da gestão são pontos fundamentais. Conheça o curso Startup de A a Z, ele pode ajudá-lo bastante nessa fase.

Faça parte do maior conector do ecossistema de startups brasileiro! Não deixe de entrar no grupo de discussão do StartSe no Facebook e de inscrever-se na nossa newsletter para receber o melhor de nosso conteúdo!

[php snippet=5]