Uma revolução no futebol brasileiro acaba de ser impedida no Paraná

Da Redação

Por Da Redação

19 de fevereiro de 2017 às 19:28 - Atualizado há 4 anos

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

Atlético Paranaense e Coritiba realizariam uma (excelente) novidade para o torcedor brasileiro neste domingo, dia 19 de fevereiro. Ambos os times iriam transmitir o clássico, válido pelo Campeonato Paranaense de Futebol, através do Facebook e Youtube, uma forma muito mais democrática e que poderia ser assistido por todos.

Infelizmente, há quem pense diferente – e a Federação Paranaense de futebol acabou barrando não apenas a transmissão como a partida inteira – alegando que “havia profissionais não credenciados em campo para realizar a transmissão”. Os clubes não tinham entrado em acordo com a detentora dos direitos de transmissão do Campeonato Paranaense, a Rede Globo de Televisão, embora o direito de imagem pertença aos clubes – que não possuem contrato com a rede em questão.

Não se sabe ainda se houve alguma ingerência por parte da Globo, ou se a decisão de barrar a transmissão partiu da Federação – cuja maior fonte de renda é a venda do direito de campeonatos que envolvem os clubes filiados a ela.

Ambos os clubes bateram o pé e optaram por não realizar o jogo – abrindo espaço para uma disputa jurídica que deverá ocorrer nos próximos meses. A transmissão seria gratuita para todos os possíveis interessados em assistir a partida – um número muito maior do que aqueles que possuíam os meios para assistir a partida através da TV fechada.

As novas tecnologias que estão surgindo nos últimos anos incomodam as incubentes, que deverão ficar para trás se não se movimentarem. O futebol brasileiro poderia ter passado por uma revolução que o transformaria em um produto muito mais interessante e com muito mais alcance neste domingo. Uma pena.

Faça parte do maior conector do ecossistema de startups brasileiro! Não deixe de entrar no grupo de discussão do StartSe no Facebook e de inscrever-se na nossa newsletter para receber o melhor de nosso conteúdo!

[php snippet=5]