TSU, a rede social que te pagava para usar (e que o Facebook tinha medo) fecha as portas

Avatar

Por Lucas Bicudo

17 de agosto de 2016 às 15:19 - Atualizado há 4 anos

Logo ReStartSe

GRATUITO, 100% ONLINE E AO VIVO

Inscreva-se para o Maior Programa de Capacitação GRATUITO para empresários, gestores, empreendedores e profissionais que desejam reduzir os impactos da Crise em 2020

Tsu, a rede social que te recompensava para criar conteúdo e convidar amigos, agora fecha suas portas virtuais definitivamente. De acordo com uma mensagem reproduzida no próprio site, a promessa de dividir o faturamento com os usuários não conseguiu sustentar seu modelo de negócios e desmoronou.

”Nós tivemos que remover permanentemente o produto Tsu do ar devido ao custo associado com sua manutenção e nossa incapacidade de completar a última rodada de financiamento”, explica Sebastian Sobczak, um dos fundadores e CEO da empresa.

O Tsu se tornou controverso ao ser banido do Facebook – que, apontavam, via um potencial de dano real do Tsu. A rede social alega que a grande quantidade de postagens relacionadas caracterizava spam e violava os termos de uso. Considerando que usuários do Tsu eram pagos de acordo com o número de visitações, logo surgiram acusações de práticas para atrair visitações e furto de conteúdo.

O grande atrativo da rede era a proposta de que 90% da renda seria distribuída entre os criadores de conteúdo e seus distribuidores. O sistema premiava quem atraísse mais participantes e quem replicasse mais postagens, mas não decolou.

A plataforma afirmou em 2015 que estava chegando aos 2 milhões de usuários ativos e agora encerrava suas atividades com supostos 5,2 milhões de assinantes. Entretanto, dados levantados por empresas independentes apontam que o número de instalações do aplicativo nas plataformas móveis não passa de 1.5 milhão em todo o mundo.

(via TechCrunch)

Mensagem do Editor
Ei, tudo bom?
Gostaria de agradecer pela visita! Meu nome é Felipe Moreno, sou editor-chefe do StartSe e, como muito de vocês, dono de uma (minúscula) startup de mídia.
E vou te fazer um pequeno convite: vamos bater um papo! É só se cadastrar aqui embaixo e eu vou te enviar alguns e-mails para você com o melhor do nosso conteúdo para te ajudar, seja você um empreendedor, funcionário, investidor ou apenas interessado neste maravilhoso mundo!
É um caminho de comunicação direto que nenhum outro portal oferece para seus leitores. E a intenção é construir uma comunidade vibrante que esteja preparada para todos os enormes desafios que virão. Vamos construir conhecimento e conteúdo juntos! Conto muito com a presença de vocês neste papo!
[php snippet=5]
E não é só isso! Você tem alguma sugestão de pauta? Quer conversar sobre sua startup? Assessora alguma empresa? Tem alguma dica que pode ajudar outros leitores? Quer ter a SUA matéria publicada no site?
O StartSe quer ouvir de VOCÊ, nosso leitor, o que precisamos fazer para melhorar cada vez mais o site! Deixamos o form abaixo para você, mas se quiser, basta mandar um e-mail para redacao@startse.com.br!
 [contact_bank form_id=3]
[php snippet=9]
E por último, não esqueçam de entrar no grupo de discussão do StartSe no Facebook! Lá poderemos debater tecnologia, inovação, startups, empreendedorismo e criar um ambiente saudável de troca de opiniões e networking!