Startups de economia colaborativa para você ganhar uma renda extra

Avatar

Por Lucas Bicudo

27 de setembro de 2016 às 12:33 - Atualizado há 4 anos

Vem aí a melhor formação de líderes do Brasil

Logo Liderança Exponencial Aprenda as novas competências fundamentais para desenvolver uma liderança exponencial e desenvolva diferenciais competitivos para se tornar um profissional de destaque no mercado.

100% online, aulas ao vivo e gravadas

Próxima turma: De 14 a 17/Dez, das 19hs às 22hs

Inscreva-se agora
Logo Cyber Monday 2020

Só hoje, nossos melhores Cursos Executivos ou Programas Internacionais com até 50% off

Quero saber mais

Pessoas que têm necessidades e interesses bem parecidos estão trocando, dividindo e compartilhando bens e serviços por meio de sites e aplicativos. Essa é a nova tendência da chamada economia colaborativa, já presente na vida de quem quer economizar com alguns serviços e principalmente de quem busca uma renda extra.

Segundo um relatório da IE Business School, feito em parceria com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), o Brasil já é o líder entre os mercados latino-americanos em iniciativas de serviços compartilhados. A Uber é um fenômeno, mas não é único.

Veja mais cinco desses serviços que permitem ganhar um dinheiro a mais no final do mês.

Eu Entrego

O Eu Entrego nasce com a missão de revolucionar o sistema de entregas brasileiro. Ele funciona como um aplicativo que conecta pessoas e empresas à comunidade de entregadores independentes, oferecendo uma alternativa fácil, flexível e de baixo custo para levar ou trazer qualquer coisa de qualquer lugar. Para se tornar um entregador no aplicativo, a startup faz uma extensa pesquisa sobre o candidato, que precisa ter ficha limpa. Os entregadores independentes podem ganhar até R$ 3 mil por mês com liberdade de carga horária.

Localchef

Disponível atualmente na Região Metropolitana de São Paulo, a Localchef oferece opções de comidas caseiras de acordo com a proximidade do usuário que faz o pedido. O interessado que deseja solicitar um pedido acessa o site da startup, digita o CEP da sua residência e encontra uma lista de cozinheiros dentro de um raio de dez quilômetros. Para os cozinheiros que desejam fazer parte da plataforma, é recomendado ter um histórico prévio de preparação de pratos por encomendas. Depois basta fazer o cadastro no site, informando o tipo de prato que cozinha – como marmita, massas, pães ou doces, por exemplo – e enviar imagens do local de trabalho e desses pratos. Após esse processo, é feita uma triagem pela equipe da Localchef e então você está apto a participar e gerar uma renda extra.

Superela

O Superela é um portal de empoderamento feminino com textos de colunistas e fórum de discussão sobre assuntos do universo feminino. Uma das frentes da startup é o Super Profissionais, uma categoria que funciona como um marketplace de profissionais para o esse universo. Lá profissionais como psicólogos, coaches, astrólogos, tarólogos, maquiadores, consultores de estilo e imagem, da saúde e bem estar, podem se cadastrar com o objetivo de facilitar o encontro de quem busca a ajuda para realizar atendimentos online ou presenciais.

Social Comics

O Social Comics é o primeiro streaming de quadrinhos auditado pelo IVC (Instituto Verificador de Comunicação), e funciona como a Netflix, mas das HQs. A plataforma prioriza artistas independentes, que são avaliados por uma curadoria. O sistema de monetização aos artistas é baseado em páginas lidas e não por título, algo inovador nesse mercado. Conteúdos com mais leitura recebem uma fatia maior, de forma proporcional. A página só é contabilizada uma vez a cada 24 horas por usuário, então, quanto mais usuários, maior o tíquete ganho, e quanto mais conteúdo no ar, maiores as chance de atrair usuários.

F(x)

A F(x) é uma fintech que ajuda empresas de médio e grande porte a encontrarem instituições financeiras dispostas a conceder crédito. Para auxiliar nas transações, a rede conta com consultores especializados na área, como ex-bancários, advisors financeiros, advogados e contadores que queiram ter uma renda extra. Esses profissionais geram negócios e são remunerados diretamente pela empresa que contrata a plataforma na obtenção de crédito.

[php snippet=5]
E não deixe de entrar no grupo de discussão do StartSe no Facebook!