Startup usa Internet das Coisas para proteger trabalhadores de risco

Avatar

Por Lucas Bicudo

25 de novembro de 2016 às 13:42 - Atualizado há 4 anos

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

Desenvolvimento de sistemas de segurança com tecnologia de Internet das Coisas é uma necessidade, de acordo com dados do Ministério do Trabalho. No ano de 2015, por exemplo, ocorreram mais de 850 paralisações de plantas industriais em decorrência de ameaças à integridade de trabalhadores, causando grandes prejuízos.

A RobbIoT vem para preencher essa lacuna. A startup integrou em um só ecossistema empresas como a Microsoft, Intel, Giesecke & Devrient, Artimar e Durannio, para proteger a vida do trabalhador em ambientes perigosos, através de wearables, big data e ferramentas analíticas capazes de prevenir e prever acidentes.

“A Internet das Coisas em ambiente de Missão Crítica industrial demanda um ecossistema tecnológico robusto diferente de aplicações para IoT de massa. A RobbIoT estruturou um ecossistema de parceiros estratégicos como a Microsoft para suportar necessidades específicas da indústria em operações de risco”, afirma Roberto Williams, CEO da startup.

À medida que a indústria se desenvolve na quarta onda de revolução industrial, surgem oportunidades de levar suas operações a um nível inédito de eficiência e segurança. A Robbiot implementou sua solução turnkey em um dos ambientes mais críticos para o desenvolvimento de IoT: a Mineração.

Para isso, utilizou a plataforma Azure, dando suporte ao desenvolvimento de Big Data e análises em nuvem para fornecer insights importantes sobre riscos presentes nas operações, com grandes com features avançados como inteligência artificial, visualização de dados e integração com aplicações corporativas

“A Microsoft é uma empresa de serviços e plataforma tecnológica. Para entregar essa oferta com valor aos nossos clientes, precisamos de parceiros inovadores como a RobbIoT. Estamos orgulhosos de ter a adoção da nossa nuvem neste projeto de IoT crítico e por contribuir cada vez mais para o desenvolvimento deste tipo de tecnologia”, faz coro Richard Chaves, diretor de Inovação e Novos Produtos da Microsoft no Brasil.

A comunicação se dá por tecnologia LoRa, provida pela Artimar, utilizando-se de hardware IoT Industrial desenhados pela Durannio com produtos Intel de última geração. Com o desafio de proteger o wearable de ataques de hackers a Giesecke & Devrient, especialista em telecomunicações, realizou o provisionamento dos dispositivos através de sua plataforma de gestão de chaves de criptografia.

Não deixe de entrar no grupo de discussão do StartSe no Facebook e de inscrever-se na nossa newsletter para receber o melhor de nosso conteúdo!

[php snippet=5]