Startup do Dia: solução traz praticidade para o gerenciamento condomínios

Avatar

Por Lucas Bicudo

10 de junho de 2016 às 17:03 - Atualizado há 4 anos

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

Reservas de salão de festas e churrasqueiras, atendimento de registro de ocorrências, avisos urgentes para os moradores, entre outras atribuições de uma gestão administrativa, podem consumir bastante tempo e gerar muita dor de cabeça para quem mora em um condomínio.

Pensando em automatizar os processos internos dos condomínios residenciais, trazendo maior agilidade para os controles de síndicos e conselheiros e, consequentemente, tornando a vida dos moradores mais simples, que surge o Capese.

“Víamos dificuldade em lidar com as rotinas do nosso próprio condomínio”, diz Caroline Militz, uma das fundadoras da Zas Up, agência responsável pelo projeto. Criada em 2012 por Caroline, 28 anos, Jonatas Fazenda, 27, e Felipe Santos, 25, a ideia entrou para fase de testes em 2014 e, em 2015, para comercialização. A plataforma pode ser usada por todos os condôminos ou só para gerenciamento do síndico. A startup já conta com mais de 9000 moradores cadastrados, em mais de 7 estados brasileiros.

“A implantação do Capese facilitou e muito a comunicação entre a administração e os condôminos. Com a ouvidoria, temos o controle das demandas e as soluções tornam-se mais práticas e rápidas. Sem contar a facilidade de marcação dos salões, via aplicativo ou computador, o que excluiu a necessidade de marcação direto na administração do condomínio. Como sindico, estou extremamente satisfeito e noto esta satisfação a partir do comentário positivo dos moradores” – relata Bruno Barros, síndico aderido ao Capese.

Das funcionalidades, a Capese oferece um calendário para agendamento e consulta de datas disponíveis de salões de festa, comunicação direta com a portaria – seja para entregas de encomendas ou informações sobre visitantes -, e controle de veículos e vagas. Funciona como um canal oficial de comunicação com os condôminos para avisos de toda sorte.

Já a CEO, Caroline Militz, diz que a missão do projeto é “solucionar os problemas dos condomínios residenciais, já que esses operam com questões de gerenciamento tão complexas quanto as de uma empresa qualquer”.

A solução, por estar na nuvem, opera tanto no desktop quanto no mobile, em todos os tipos de sistemas operacionais. E avisos urgentes podem ser disparados pelo síndico direto por e-mail ou no celular de cada morador. O pagamento pelo serviço é mensal e custa R$ 1,90 por apartamento.

Mensagem para você: 

Você tem uma startup? Quer aparecer no nosso portal? Inscreva-se na nossa plataforma e envie um e-mail para nosso editor-chefe!