Startup do Dia: mercado secundário aquece e empresa amplia compra e venda de produtos usados

Avatar

Por Lucas Bicudo

14 de julho de 2016 às 13:52 - Atualizado há 4 anos

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

O mercado de smartphones já tem uma década de vida nas costas. Muitos modelos foram lançados e muito crescimento financeiro e tecnológico foi registrado. Em 2015, esses indicadores evidenciaram um provável cansaço, entretanto: a venda de aparelhos novos caiu 13,4% e, segundo a consultoria IDC, isso está abrindo espaço para o mercado de usados.

Os maiores motivos apontados para esse cenário são a crise econômica, o aumento do preço médio de mercado e o fato de que cada vez mais as pessoas já possuem aparelhos próprios e só necessitam agora trocar seus modelos antigos por de novas gerações.

Impulsionado por esse cenário, hoje vemos o fenômeno se repetindo, só que com outros tipos de aparelhos. Com a queda crescente nas vendas do varejo, algumas empresas estão se especializando na aquisição de novos produtos usados, incrementando ainda mais as opções do mercado secundário.

A Brused, startup especializada na venda de smartphones e tablets usados da Apple é um exemplo disso. Sentindo que seus clientes tinham a necessidade de comprar e vender em outros mercados, passou atender a esses pedidos.

“Os nossos clientes nos procuravam perguntando se não comprávamos Play Station, câmeras Go Pro. E ficávamos de mãos atadas sem saber que solução oferecer, uma vez que sabemos que as ferramentas usuais, como sites de anúncios, não são as melhores soluções. Pesquisamos então o mercado e percebemos que existe espaço para trabalhar com outros tipos de produtos e então decidimos embarcar na ideia”, afirma Bruno Fuschi, um dos fundadores do site.

A empresa, que cresceu 100% ao ano nos últimos dois, vai passar então a comprar uma nova linha de produtos como os já mencionados no discurso de Fuschi, além do roteador Airport Express e o HD externo Time Capsule, ambos da Apple.

“Esperamos no curto prazo atingir a compra de 500 novos produtos ao mês e a ideia é aumentarmos o número de opções de outros tipos de produtos, seguindo sempre o mercado e a demanda de nossos clientes.” finaliza.

Por enquanto, apenas os últimos modelos de cada aparelho serão aceitos.

Mensagem para você: 
 
Você tem uma startup? Quer aparecer no nosso portal? Inscreva-se na nossa plataforma e envie um e-mail para nosso editor-chefe!