Startup cria gerador de ozônio que substitui agrotóxicos

Junior Borneli

Por Junior Borneli

12 de setembro de 2017 às 10:01 - Atualizado há 3 anos

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

A Brasil Ozônio, especializada em produtos e serviços de ozônio, desenvolveu um gerador de água ozonizada para substituir os agrotóxicos no campo.

O dispositivo, que produz água com ozônio, se conecta diretamente ao do trator do agricultor. Com isso, o oxidante é borrifado nas plantações por meio do controlador de dosagem, sem a necessidade do uso de componentes tóxicos.

Por essa inovação, a empresa foi selecionada para o programa de AgroTech realizado pela ONU, em parceria com a Embrapa e o Sebrae.

A empresa afirma que a vantagem da utilização de ozônio, ao invés de agrotóxicos, é que as sobras do produto na lavoura, caso haja, não causam problemas, já que o ozônio se converte naturalmente em oxigênio.

Inovações como essa serão vistas na Agro Tech Conference, maior conferência sobre inovações para o agronegócio já feita no Brasil. Para participar, acesse o site e inscreva-se já.