Startup brasileira recicla papéis de maneira 100% ecológica

Papéis com alta resistência a umidade retornam ao início da cadeia produtiva, sendo 100% reutilizados

Avatar

Por Lucas Bicudo

5 de dezembro de 2016 às 12:45 - Atualizado há 3 anos

A Polpel é uma empresa que faz reciclagem de papéis com alta resistência a umidade (RU) e os transforma em polpa celulósica, utilizada como matéria prima, especialmente nos papéis do tipo tissue (papéis higiênicos, guardanapos e papéis toalha). Na prática, esses materiais retornam ao início da cadeia produtiva do papel, sendo 100% reutilizados.

“Produzimos uma polpa celulósica denominada “polpel celulose”, matéria prima para produção de papel. Na prática, isso significa que desenvolvemos um produto com base em uma tecnologia exclusiva, na qual o papel liner passa por uma série de processos químicos e físicos até ser transformado em uma polpa, que é encaminhada aos fabricantes de papéis. Além disso, o ciclo é fechado e toda a água utilizada volta ao início do processo”, explica Marcelo Peixoto, executivo da companhia.

A lista de clientes inclui Damapel, São Miguel, Bonsucesso, Inpel e Araucária. São eles que colocam nas redes de supermercado produtos produzidos com o “polpel celulose”. De acordo Peixoto, o processo da Polpel tem a vantagem de ser 100% ecológico e evita o descarte de um material que até pouco tempo atrás era destinado aos aterros sanitários.

“Além disso, produzimos polpa celulósica de alta qualidade (referenciado por institutos renomados no Brasil) sem a necessidade de cultivo, plantio e derrubada de eucaliptos”, explica.

Não deixe de entrar no grupo de discussão do StartSe no Facebook e de inscrever-se na nossa newsletter para receber o melhor de nosso conteúdo!

[php snippet=5]