StartSe Base: Zehnk organiza e prioriza informações em projetos com CWM

Avatar

Por Lucas Bicudo

27 de janeiro de 2017 às 09:17 - Atualizado há 4 anos

Logo Black Friday 2020

Nossos melhores Cursos Executivos ou Programas Internacionais com até 50% off

Quero saber mais

Vem aí a melhor formação de líderes do Brasil

Logo Liderança Exponencial Aprenda as novas competências fundamentais para desenvolver uma liderança exponencial e desenvolva diferenciais competitivos para se tornar um profissional de destaque no mercado.

100% online, aulas ao vivo e gravadas

Próxima turma: De 14 a 17/Dez, das 19hs às 22hs

Inscreva-se agora

Falar em economia colaborativa, é falar em CWM (Collaborative Work Management). Tratam-se de softwares de gestão de trabalho, que tem como objetivo concentrar em uma única plataforma todas as trocas de informação entre os diversos colaboradores de um mesmo projeto.

Imagine só o que é projetar infraestrutura, por exemplo – a quantidade de mensagens que são trocadas entre equipes. Organizar e priorizar pode ser algo bem minucioso e trabalhoso. A ideia de um CWM é que ele evite a dispersão de dados, perda de tempo e de produtividade; que ele gerencie tudo o que você precisa para ter uma empreitada sob controle.

Dito isso, apresentamos a Zehnk (confira seu perfil na base do StartSe). “Trabalhar pode ser mais simples e produtivo”, discursa Cláudio Barizon, um dos sócios.

Softwares de gerenciamento corporativo exigem o reforço de um profissional qualificado – e nem todas as empresas contam com esse tipo de colaborador, muitas vezes por falta de recursos. Fazer o que? Desistir? Bem, a startup mira um público mais amplo, que não tem muita intimidade com a tecnologia. Torna o processo algo simples e intuitivo. Essa pode ser sua solução.

“As Olimpíadas do Rio têm tudo a ver com a Zehnk. O projeto nos reuniu para atuar na entrega das instalações e acabou servindo para validar um problema bastante comum: na hora da crise, não há cronograma que resista. A Zehnk é, assim, uma ferramenta de colaboração para equipes e atua exatamente nestes três pilares: comunicação, tarefas e conteúdo, trabalhando de forma integrada”, continua.

A startup anuncia para 2017 sua segunda rodada de investimentos. A primeira aconteceu logo após a sua fundação. O investimento-anjo foi fundamental para a geração de um produto-piloto que validasse o serviço em ambiente controlado. Foi finalista do programa Latam Edge Awards do Reino Unido e foi selecionado a participar do WebSummit Lisboa.

“Nossa meta é que o sistema contribua, no tempo, também na cultura do trabalho colaborativo, fazendo com que as pessoas trabalhem desta forma e melhor: reforçando a comunicação entre elas na solução de um problema, minimizando muito a utilização de emails, WhatsApp e todo um arsenal de ferramentas que só desestruturam ainda mais as interações”, finaliza.

Confira um vídeo:

Esta startup está cadastrada na Base do StartSe! Cadastre você também, se for empreendedor, investidor, mentor profissional ou instituição! Não deixe de entrar no grupo de discussão do StartSe no Facebook e de inscrever-se na nossa newsletter para receber o melhor de nosso conteúdo!

[php snippet=5]