StartSe Base: Vindi oferece soluções que potencializam gestão de pagamento

Avatar

Por Lucas Bicudo

18 de abril de 2017 às 16:37 - Atualizado há 4 anos

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

A Vindi (confira seu perfil na base do StartSe) nasceu para solucionar a falta de infraestrutura de pagamentos em negócios focados em recorrência: assinaturas, planos e mensalidades.

“Trata-se de uma plataforma de pagamentos online. Somos líderes no segmento de assinaturas e billing recorrente. Toda nossa infraestrutura é na nuvem. Temos uma solução interna que comanda robôs que recuperam vendas (foram R$10 milhões no último ano)”, comenta Rodrigo Dantas, CEO da Vindi.

Temos hoje cerca de 300 mil empresas que fazem a cobrança através de boletos, cartões de crédito e débito em conta no país. Pelo menos 90% delas não tem automação nem inteligência para cobrar. A startup desenvolveu uma plataforma para potencializar e automatizar qualquer negócio no Brasil.

“Larguei a carreira de executivo no Itaú para criar a Vindi em 2013. Atuava como Gerente Geral da área empresas do banco. Fiquei lá por 13 anos”, continua.

A empreitada se mostrou benéfica, já que hoje já conta com uma carteira rica de clientes: e-commerces, SaaS, bancos, seguradoras, clubes de assinatura, financeiras e academias. “Todas elas procurando integrar soluções que potencializam sua gestão de recebimento”, acrescenta.

Sobre crescimento e metas para 2017:

“Estamos seguindo a métrica de triple-triple, double-double. Em 2015 triplicamos o tamanho, no ano passado dobramos em faturamento e número de clientes e vamos para a mesma batida nesse ano. A gente cresce cerca de 20% a/m. Esse ano vamos faturar R$15 milhões. Nossa meta é chegar a 5 mil clientes até dezembro”, comenta.

Em novembro de 2016 a startup adquiriu a fintech Aceita Fácil, um facilitador de pagamento focado em sub-adquirência de pequenos negócios. O negócio incorporou a operação da Aceita e já movimenta milhões/mês com uma centena de clientes. Num mesmo movimento, a fintech incorporou a Fast Notas, uma solução para emissão de notas fiscais automáticas. A operação já está perto do break even, com apenas 2 meses sob o comando da Vindi.

Faça parte do maior conector do ecossistema de startups brasileiro! Não deixe de entrar no grupo de discussão do StartSe no Facebook e de inscrever-se na nossa newsletter para receber o melhor de nosso conteúdo! E se você tem interesse em anunciar aqui no StartSe, baixe nosso mídia kit.

[php snippet=5]