StartSe Base: Fleeber, a rede social do mundo da música

Avatar

Por Lucas Bicudo

9 de fevereiro de 2017 às 14:31 - Atualizado há 4 anos

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

O mercado mundial de música vale US$14,9 bilhões. Música Digital representa US$ 6.9 bilhões. O mercado de Instrumentos musicais novos no mundo vale US$ 16,6 bilhões. Este valor não considera o mercado de instrumentos usados: Ebay e Craigslist, por exemplo, tem em média 1 milhão de classificados ativos de instrumentos. 9 dos 10 vídeos mais assistidos no Youtube são relacionados à música. 50% de todos usuários do Twitter seguem ao menos um músico. 50% das páginas com mais likes no Facebook são de músicos. O mercado de planos premium de streaming musical cresceu 39,3% in 2014, atingindo o valor de US$ 1,57 bilhões e 41 milhões de pessoas. O mercado Brasileiro é de US$ 246 milhões.

Ufa! Quanto número alto. Esses dados aí são da NAMM Global Report (US); IFPI 2015/2014; adweek.com; e Minte. Dados esses que nos foram disponibilizados pela Fleeber (confira seu perfil na base do StartSe), startup que, dentro desse mundo de números expressivos, quer resolver a vida do músico por completo.

“Uma solução criada por músicos, para músicos, iniciantes ou profissionais, no Brasil ou em qualquer lugar do mundo”, discursa Ramon Canales, Diretor Executivo.

É válido dizer aqui que, embora o mercado da música seja gigantesco, os profissionais da área passam por poucas e boas. Não é uma tarefa fácil ser músico. Fazer a carreira decolar, garantir o pão de cada dia, se você é independente. É um caminho árduo e muitas vezes ingrato.

Bem, na plataforma da Fleeber, que é web e mobile, o usuário pode utilizar sua conta do Facebook ou do Google e criar um perfil com informações como influências, objetivos, instrumentos, nível de habilidade, localização, histórico, disponibilidade, vídeos e fotos, por exemplo.

O sistema funciona por meio de geolocalização, o que permite que a interação entre fornecedores de produtos e serviços, estúdios, escolas de música, lojas de instrumentos, produtores, gravadoras, bares, casas de shows e luthiers seja algo mais prático.

A ideia é ser uma rede social dedicada aos agentes musicais. O recurso é semelhante ao antigo “Tô sem banda”.

A Fleeber hoje: 55 mil músicos, em mais de 50 países; 50 usuários novos todo dia; 20 mil visitantes únicos por mês; 10% de crescimento médio mensa; usuários segmentados por local, instrumento, estilo, influencias; aplicativo mais importante da iniciativa Appmakeover do Google; umas das principais plataformas dedicadas para músicos do mundo.

Confira um vídeo:

https://www.youtube.com/watch?v=NYV3IdAFAhU

Faça parte do maior conector do ecossistema de startups brasileiro! Não deixe de entrar no grupo de discussão do StartSe no Facebook e de inscrever-se na nossa newsletter para receber o melhor de nosso conteúdo!

[php snippet=5]