Snapchat quer deixar de ser apenas rede social e construir hardware

Da Redação

Por Da Redação

5 de setembro de 2016 às 12:17 - Atualizado há 4 anos

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

O Snapchat está dando demonstrações de que está interessado em produzir hardware. Sim, a rede social está querendo deixar de ser uma rede social e passar a construir aparelhos, como celulares ou câmeras.

E o que dá essa impressão? A empresa acaba de entrar no Blueetoth Special Interest Group, uma espécie de sindicato de empresas que utilizam essa tecnologia. Esse SIG mantém o padrão da tecnologia de wireless e é necessário para que as empresas usem bluetooth em seus aparelhos.

O Snapchat entrou como “adopter”, ou seja, uma empresa que está autorizada a produzir aparelhos que usem essa tecnologia. O grande motivo para uma empresa entrar neste SIG é para conseguir produzir equipamentos que usem a tecnologia.

Outras companhias de software são membros do SIG, mas possuem departamentos de hardware, como Microsoft, Google e até mesmo o Facebook – que usa a tecnologia de bluetooth em alguns beacons desenhados para negócios locais.

Snapchat pode estar interessado, porém, em usar a tecnologia para realidade aumentada – a companhia adquiriu uma startup pouco tempo atrás chamada Vergence Lab que pesquisava AR (augmented reality). Há rumores de que a companhia está testando um óculos inteligente parecido com o Google Glass.

(Via TechCrunch)

[php snippet=5]
E por último, não esqueçam de entrar no grupo de discussão do StartSe no Facebook!