Samsung compra empresa de pagamentos móveis e promete ser maior que o Apple Pay

Avatar

Por Júlia Miozzo

19 de fevereiro de 2015 às 12:55 - Atualizado há 6 anos

Vem aí a melhor formação de líderes do Brasil

Logo Liderança Exponencial Aprenda as novas competências fundamentais para desenvolver uma liderança exponencial e desenvolva diferenciais competitivos para se tornar um profissional de destaque no mercado.

100% online, aulas ao vivo e gravadas

Próxima turma: De 14 a 17/Dez, das 19hs às 22hs

Inscreva-se agora
Logo Cyber Monday 2020

Só hoje, nossos melhores Cursos Executivos ou Programas Internacionais com até 50% off

Quero saber mais

SÃO PAULO – A Samsung fez uma de suas aquisições mais inteligentes na última quarta-feira (18): a compra da startup de pagamentos móveis LoopPay.

Mesmo ainda em seus primeiros dias, a LoopPay possui tecnologia potencial para ser maior que o Apple Pay – método de pagamento móvel da Apple –, uma vez que é implementada no aparelho principal fabricado pela Samsung, conta o Business Insider.

O Apple Pay trabalha apenas com blocos de pagamento especiais que usem a tecnologia NFC (near field communication), que mesmo no mercado há anos, ainda é utilizada por poucos varejistas. Até então, a Apple afirma que o Apple Pay está disponível em mais de 200.000 varejistas nos Estados Unidos, mas as principais varejistas como Target, Best Buy e Walmart não aceitam o método – e não disseram se irão.

Por outro lado, o LoopPay trabalha com os leitores padrão de cartão de crédito. A empresa afirma que o método funcionará em 90% das varejistas que aceitam cartão de crédito. Além disso, já funciona no exterior, enquanto o Apple Pay só está disponível para cartões emitidos nos Estados Unidos.

Uma vez que a Samsung incorporar o LoopPay em seus celulares (como, segundo rumores, deve acontecer com o Galaxy S6), seu método de pagamentos será imediatamente maior e mais amplamente aceito que o Apple Pay.

Embora seja um sistema que funciona perfeitamente, o Apple Pay não é aceito em lugares suficientes para “substituir” a carteira, uma realidade mais próxima com o LoopPay.

O novo método da Samsung também enfrenta seus próprios desafios: em entrevista ao Business Insider, executivos do LoopPay e do Samsung não disseram se o sistema de pagamentos vai continuar trabalhando com softwares que não são da Samsung. Caso fique disponível apenas através da Samsung, pode ser um problema para manter o crescimento do LoopPay, já que as vendas da Samsung continuam caindo.

Também é indefinido se o LoopPay permitirá que aplicativos de compra terceirizados usem o sistema como faz o Apple Pay.