Saiba como abrir um negócio com pouco dinheiro

Avatar

Por Intuit

30 de janeiro de 2017 às 10:18 - Atualizado há 4 anos

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

Empreender é um sonho de vida para muitos, mas também um desafio quando o que se tem para investir é apenas o mínimo necessário.

Parece missão impossível, mas dá sim para abrir o próprio negócio com investimento enxuto e crescimento programado. Para dar certo, é importante prestar atenção em alguns passos:

1 – Trabalhe de casa

Não pense que é necessário alugar uma sala comercial para abrir uma empresa. Enquanto seu negócio estiver engatinhando, trabalhe de casa, fazendo bom uso de ferrametas digitais no seu próprio computador para controlar as despesas, divulgar o seu produto e se comunicar com os clientes.

LEIA TAMBÉM: Veja 7 dicas para quitar suas dívidas

2 — Se precisar de contabilidade, contrate um escritório

Com exceção dos micro-empreendedores individuais, a lei brasileira exige que pequenas empresas mantenham escriturações contábeis regulares assinadas por um contador registrado no conselho regional. Mas não se preocupe, você não precisa contratar um profissional para se dedicar inteiramente a isso, ao menos no início. Terceirize os serviços de contabilidade necessários a uma empresa registrada para dar conta das obrigações mínimas. Enquanto isso, você pode usar ferramentas digitais para manter em dia a movimentação financeira da sua empresa.

3 – Faça um plano de reinvestimento e corra riscos calculados

Para crescer, não tem jeito: você vai ter que começar a reinvestir e arriscar. Para evitar decepções, faça um plano de longo-prazo de micro-investimentos − por exemplo, a cada R$ 10.000 de retorno você reinveste R$ 5.000. Arrisque em pequenas quantidades. Se algo não correr como o planejado, o dano é pequeno e reversível.

LEIA TAMBÉM: Veja como montar um planejamento financeiro

4 – Ajuste a rota

Experiências negativas fazem parte do processo. É muito difícil acertar de primeira, mas é fundamental entender o que houve de errado. Faça uma avaliação de cada ideia ou produto que por alguma razão não tenha saído como planejado.

Não deu retorno? Leve isso em conta ao elaborar o próximo projeto. Ninguém entendeu o que você falou? Mude o discurso. Assim você afina seu modelo de negócio e entende a verdadeira natureza do que está fazendo.

5 – Construa uma rede de parceiros

Abrir um negócio no Brasil não é para amadores: a burocracia é enorme e contratar funcionários é muito caro. Enquanto não puder manter todo o seu corpo de funcionários devidamente registrado, terceirize o quanto puder.

Construir uma boa rede de fornecedores − do motoboy a trabalhos mais especializados − garante agilidade na entrega e preços mais competitivos. Mas preste atenção na lei trabalhista: consulte um amigo advogado para saber o que pode e o que não pode terceirizar.

6 – Busque ajuda

Ninguém é feliz sozinho, principalmente trabalhando. Trocar ideias e experiências é fundamental.

Tenha um mentor ou alguém de confiança para comemorar com você seus sucessos e, quando necessário, que também ofereça um ombro para desabafar as angústias. Dividir a carga de responsabilidades com um sócio também é uma boa ideia. Assim você compartilha as tarefas e cada um pode focar no que sabe fazer melhor, sem sobrecarregar-se.

7 – Comunique-se

Faça bom uso do seu network e das ferramentas gratuitas que tem à mão: Facebook para falar com o cliente final, LinkedIn para buscar parceiros de negócios. Use email-marketing com foco e parcimônia, adequando o meio à mensagem.

LEIA TAMBÉM: Como usar o Facebook para divulgar sua empresa

8 – Use ferramentas digitais

Existem muitas ferramentas digitais pensadas para otimizar o seu trabalho. É fundamental escolher uma que sirva para você. Uma boa dica é entender o que você precisa em termos de gestão e prever como será o seu dia a dia como empreendedor.

O QuickBooks Zero Paper é uma plataforma online onde toda a parte financeira da empresa é armazenada na nuvem, permitindo que você acesse dados importantes de onde estiver. Com o aplicativo, você têm à mão um fluxo de caixa completo e pode emitir relatórios com um clique.

O QuickBooks tem todos os recursos de fluxo de caixa do QuickBooks ZeroPaper, e traz também controle de estoque e outros controles avançados.

Este conteúdo foi publicado originalmente no Blog do QuickBooks ZeroPaper

Faça parte do maior conector do ecossistema de startups brasileiro! Conheça também o Invest Class, o nosso curso para ensinar startups a captarem dinheiro para crescer. Não deixe de entrar no grupo de discussão do StartSe no Facebook e de inscrever-se na nossa newsletter para receber o melhor de nosso conteúdo!

[php snippet=5]