#RIPTwitter? Seleção de melhores mensagens no Twitter é mal recebida por usuários

Para quem gosta do microblog, ficar mais parecido com o Facebook não é uma vantagem

Avatar

Por Paula Zogbi

10 de fevereiro de 2016 às 17:34 - Atualizado há 4 anos

Os usuários do Twitter estão temendo uma atitude de censura por parte do microblog, e já preparam o enterro da rede social por meio da hashtag #RIPTwitter.

Isso porque a rede do passarinho anunciou nesta quarta-feira uma medida um tanto popular e bastante semelhante aos algoritmos do Facebook: a possibilidade de mostrar, em ordem, as mensagens mais importantes aos usuários que passarem muito tempo longe. Isso mesmo: possibilidade.

O topo da página inicial do usuário haverá uma seleção, mas assim que ela for atualizada, os próximos tuítes aparecem normalmente.

No comunicado publicado no blog oficial, o Twitter disse que o recurso pode ser desabilitado facilmente, mas que as pessoas que já usaram “tendem a retuitar e tuitar mais, o que serve a todos”.

Ainda assim, há usuários revoltados, como este, que falou em censura, e este, que comparou a rede social ao Facebook – o que não é exatamente algo que os usuários queiram que aconteça.

Na semana passada, os rumores eram que a rede social usaria um algoritmo para mudar todo o fluxo de mensagens e mostrar apenas as que considerasse mais relevantes, deixando de lado o tempo real. A isso, o CEO Jack Dorsey respondeu, em sua própria conta na rede, que sempre ouviu os usuários e que nunca planejou reordenar as timelines “na semana que vem”.