Regras não mudam e o Nubank não vai morrer! “O futuro é roxo”, comemora

A empresa estava ameaçada por conta de possíveis mudanças na regulação do tempo no qual o lojista precisava ser pago

Avatar

Por Da Redação

20 de dezembro de 2016 às 13:58 - Atualizado há 3 anos

nubank

Uma grande festa deve estar ocorrendo agora mesmo no prédio que abriga o Nubank na Avenida Rebouças, em São Paulo. Depois de passar um GRANDE perigo, o Nubank vai sobreviver. A empresa estava ameaçada por conta de possíveis mudanças na regulação do tempo no qual o lojista precisava ser pago, reduzindo de 30 dias para 2 dias.

A mudança seria para adequar o Brasil ao que é praticado fora do País e seria extremamente positiva para os lojistas – que dependeriam menos de capital de giro. Só que, alertou o Nubank, iria inviabilizar o funcionamento desta que é uma das principais startups do Brasil.

Cristina Junqueira, fundadora do Nubank, deu uma entrevista ao Estadão levantando este ponto. Em pouco tempo, o público começou a demonstrar o seu amor pela startup e medo de, novamente, ter que depender de produtos dos grandes bancos.

Havia até um boato circulando de que o presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn (ex-Itaú), e Henrique Meirelles (ex-Banco Original) estavam tentando matar a startup. O que é de uma paranoia sem tamanho.

A mudança, porém, não veio (não sabe-se quanto a opinião pública fez diferença neste sentido). O governo destacou que não mudaria abruptamente e unilateralmente as regras. Aliás, um dos grandes problemas do capitalismo nacional é essa constante mudança de regras para favorecer um setor ou outro.

Com a não-mudança, o Nubank comemorou. “O futuro é roxo”, escreveu a startup no Facebook, comemorando. “Receber tanto carinho nos encheu de orgulho de todo o trabalho que estamos fazendo aqui e renovou a nossa confiança de que juntos continuaremos revolucionando não só a indústria de serviços financeiros, mas também as relações de consumo no Brasil”, destacou.

Parabéns Nubank! Que você continue prestando serviços tão queridos para os consumidores brasileiros! E que seu sucesso seja um sucesso para todo o Brasil!

Não deixe de entrar no grupo de discussão do StartSe no Facebook e de inscrever-se na nossa newsletter para receber o melhor de nosso conteúdo!

[php snippet=5]