Quer vender algo online? Estas dicas vão te ajudar a começar

Tem vários modos de vender online, segue alguns caminhos que eu aconselho para que este processo seja o mais lucrativo e menos doloroso.

Avatar

Por Felipe Wasserman

5 de novembro de 2015 às 16:29 - Atualizado há 4 anos

O primeiro passo é saber que não é fácil vender online, existem muitas variáveis e várias dificuldade que poucos conseguem perceber no inicio.

Para quem está começando agora a primeira dica é começar via Marketplaces, esses sites são como shoppings de sites e eles vendem os seus produtos através de comissão. A comissão pode ser alta, mas este passo tem que ser visto como um aprendizado, já que estes sites já tem sistema de pagamento certo, um modo coerente de descrever os seus produtos (facilitando serem achado nos buscadores) e um fluxo de pessoas.

Com este primeiro passo a maiorias das pessoas começa a perceber que nem com tudo pronto as vendas vem tão fortes como elas imaginam. Deste jeito fica mais fácil fazer uma projeção mais realista das futuras vendas do seu site.

Mesmo depois que fez o primeiro passo e aprendeu algumas das dificuldades de como vender online e sentir que é o momento de abrir o seu site, eu aconselho a manter o marketplace em paralelo.

Na hora de fazer seu site, o primeiro passo passa a ser escolher quem vai fazê-lo.

Você pode utilizar uma das plataformas de sites semi-prontos (elas estão evoluindo muito), estas plataformas são o modo mais fácil e barato de colocar o seu site no ar, mas o que pesa contra é que devido a ser semipronta o nível de personalização não é muito alto!

Caso escolha fazer um site por conta própria ou escolher uma agência/terceiro lembre que dependendo da complexidade do seu site ele pode sair por preços absurdos, a media de custos de site saem por uns 20 mil, embora existam outras opções mais baratas.

Itens importantes para se falar para a agência: o site tem que ser responsivo (isto quer dizer perfeito para celulares, tablets e computadores), tem que ter o mínimo possível de clicks até a compra final e ser feito numa linguagem que valorize o SEO (procura no google).

Este é só o meu primeiro artigo sobre o próximo neste, em um próximo eu vou falar sobre tipos de marketings online. Até lá!