Plataforma de inovação aberta reúne ideias para novos produtos alimentícios

Avatar

Por Lucas Bicudo

11 de outubro de 2016 às 13:18 - Atualizado há 4 anos

Logo Black Friday 2020

Nossos melhores Cursos Executivos ou Programas Internacionais com até 50% off

Quero saber mais

Vem aí a melhor formação de líderes do Brasil

Logo Liderança Exponencial Aprenda as novas competências fundamentais para desenvolver uma liderança exponencial e desenvolva diferenciais competitivos para se tornar um profissional de destaque no mercado.

100% online, aulas ao vivo e gravadas

Próxima turma: De 14 a 17/Dez, das 19hs às 22hs

Inscreva-se agora

Quem nunca teve uma ideia inusitada de um alimento ou bebida que atendesse exatamente aos seus gostos ou necessidades pessoais? Quem sabe um sorvete que não machuca dentes sensíveis? Se esses tipos de ideias chegarão um dia ao mercado, ainda é cedo para dizer, mas o fato é que agora os consumidores podem contar com uma ferramenta que permite levar essas sugestões até os fabricantes. Trata-se da Planta, uma plataforma de inovação aberta que funciona como uma ponte entre o desejo do consumidor e as indústrias alimentícias.

Idealizado pela Duas Rodas, líder brasileira na fabricação de ingredientes para a indústria de alimentos e bebidas, o objetivo do projeto é ir além da companhia e ganhar a adesão de outros grandes players do segmento, já que todas as empresas presentes no sistema podem se apropriar das ideias apresentadas para estudar sua viabilidade e, se for o caso, desenvolvê-las e levá-las ao mercado.

“O que queremos é incentivar a inovação colaborativa no segmento alimentício. Uma nova ideia sempre traz um estímulo inovador, pois para viabilizá-la é preciso estudar novas texturas, sabores, aplicações, formulações, ingredientes, enfim, tudo começa a partir de uma boa ideia que pode vir de onde menos se espera. É importante buscarmos essa inovação constante, para que sejamos cada vez mais assertivos no atendimento ao nosso mercado”, explica Fernando de Jesus, coordenador de Inovação da Duas Rodas e responsável pelo projeto.

Com a primeira fase lançada no começo deste ano, a plataforma já conta hoje com 235 ideias postadas por consumidores de perfis dos mais diversos. Alguns dos exemplos de ideias são uma mistura em sachê para a produção de smoothies, palitos de picolé e forminhas de cupcakes comestíveis.

“A ferramenta é como uma startup ligada a todas as empresas conectadas a ela. É um acelerador no processo de captação de ideias e traz a possibilidade de ouvir quais são as necessidades dos consumidores que hoje não são atendidas pelo mercado. Qualquer indivíduo que pense em um novo produto pode cadastrá-lo na Planta e a companhia que se interessar pode avaliar essa sugestão e, futuramente, comercializá-la, atendendo a desejos específicos de consumidores cada vez mais exigentes”, finaliza.

Hoje, há seis ideias em estágio de desenvolvimento que estão sendo analisadas sob o ponto de vista de conveniência e possibilidade de levar o produto ao consumidor. Nesta nova fase do projeto, o objetivo é aumentar a divulgação junto a universidades, bem como aumentar a conexão com as empresas que podem se beneficiar do conceito da plataforma. Para conhecer mais sobre a Planta e enviar ideias, basta acessar o site.

[php snippet=5]
E não deixe de entrar no grupo de discussão do StartSe no Facebook!