Pare de dizer que startup é uma “bolha”! A vida vai mudar e você sabe disso

Da Redação

Por Da Redação

2 de janeiro de 2017 às 17:49 - Atualizado há 4 anos

Vem aí a melhor formação de líderes do Brasil

Logo Liderança Exponencial Aprenda as novas competências fundamentais para desenvolver uma liderança exponencial e desenvolva diferenciais competitivos para se tornar um profissional de destaque no mercado.

100% online, aulas ao vivo e gravadas

Próxima turma: De 14 a 17/Dez, das 19hs às 22hs

Inscreva-se agora
Logo Cyber Monday 2020

Só hoje, nossos melhores Cursos Executivos ou Programas Internacionais com até 50% off

Quero saber mais

Certamente, nestes últimos dias, você deve ter se encontrado com muitos e muitos parentes que certamente não vivem neste mundo de empreendedorismo de tecnologia e não estão tão bem informados assim (afinal, não leem o StartSe, hehe). E certamente algum disse que todo esse papo de “startup” é “bolha”.

Nonsense! Muito pelo contrário, essa é uma tendência que só está ganhando força! E você deveria saber disso.

Afinal, embora o termo tenha se popularizado nos últimos anos, as startups existem há muito, muito tempo. As mudanças e os impactos que a tecnologia estão tendo na nossa vida acontecem de forma constante há algumas décadas e tem gente que acredita que eles não estão nem se acelerando nos últimos anos.

Veja bem, a tua vida mudou quando você largou o celular burro para o smartphone, alguns anos atrás. Mas ela já tinha mudado quando você começou a ter internet em casa. Mudou quando o computador se popularizou. E, levando o raciocínio para muito longe, quando os carros foram inventados.

Todas essas tecnologias foram subestimadas no passado. Tinha gente que acreditava que o mercado de computadores se restringiria a apenas alguns supercomputadores (disclaimer: não era o presidente da IBM). O carro chegou a ser descrito como uma “moda passageira” e, logo logo, as pessoas voltariam a usar carroças puxadas por cavalos.

Teve gente que decretou a morte do e-commerce depois da “bolha das pontocoms”, no começo dos anos 2000. Outro erro crasso. Este é um bom exemplo: teve bolha? Teve. Valuations esticados? Sim. Mas também permitiu a criação de grandes valores (a Amazon nasceu nesta época, por exemplo) e a expansão rápida da infraestrutura necessária.

Startups existem desde que a H&P foi fundada em uma garagem no Vale do Silício. A Apple foi uma startup, mais de 30 anos atrás. A Microsoft, o Google… e todas essas companhias não foram “moda”. Foram as sobreviventes de suas épocas e mudaram a vida como você conhece.

Exagero?

Muita gente olha para os valuations exagerados do mercado americano atualmente e dizem que existe uma bolha – e que muita “tranqueira” existe somente por conta desse movimento (lembrando que muita startup quebrou no começo da década passada). É cedo para dizer, mas é claro que boa parte desses negócios que realmente são uteis vão sobreviver e existir na próxima década.

Nunca foi tão barato empreender (agradeça à nuvem). O valor médio para começar um negócio caiu de US$ 500 mil para US$ 5 mil nos últimos anos. Nunca estivemos em uma posição tão privilegiada quanto atualmente.

E com tanta facilidade para empreender, é óbvio que muitos negócios vão deixar de existir nos próximos anos. E no mundo, muitos investidores farão apostas nestes negócios e vão perder dinheiro nestes investimentos (é por isso que se recomenda diversificação neste mercado). Isso nunca foi “escondido” de ninguém.

Sua vida vai mudar

O fato é que sua vida vai mudar com as tecnologias que estão surgindo: carros autônomos, internet das coisas, big data, etc… e como todo mercado novo, cada um deles oferece uma ampla oportunidade para você inovar e ganhar dinheiro empreendendo.

O impacto do carro autônomo será tão grande quanto o do próprio carro: quase ninguém mais vai ter um automóvel próprio e terá uma mobilidade muito maior (imagine ter uma mobilidade tão grande que você poderá dormir em um lugar e acordar em outro). Fabricar sensores será fundamental e isso vai virar uma grande oportunidade.

A mesma coisa a internet das coisas. Sua casa vai estar toda conectada e toda acessível pelo toque do seu celular. Indústrias serão mais eficientes, pois as máquinas vão poder comunicar e avisar o problema que possuem – permitindo manutenção muito mais rápido. Impressoras 3D vão mudar todo o processo de produção, máquinas vão substituir o trabalho humano…

A lista de mudanças é gigante e para estar sempre atualizado neste assunto, recomendo assistir o Conexão Vale do Silício, nosso programa quinzenal de inovação no StartSe.

E é óbvio que há uma GRANDE oportunidade de ganhar dinheiro, seja como empreendedor, seja como investidor, neste movimento.  Não é bolha, não é passageiro e certamente não está indo para o fim do movimento.

Pelo contrário: sua vida apenas passou pelas primeiras mudanças agora.

Não deixe de entrar no grupo de discussão do StartSe no Facebook e de inscrever-se na nossa newsletter para receber o melhor de nosso conteúdo!

[php snippet=5]