O WhatsApp está matando o e-commerce!

Avatar

Por Felipe Wasserman

22 de outubro de 2015 às 15:50 - Atualizado há 5 anos

Logo ReStartSe

GRATUITO, 100% ONLINE E AO VIVO

Inscreva-se para o Maior Programa de Capacitação GRATUITO para empresários, gestores, empreendedores e profissionais que desejam reduzir os impactos da Crise em 2020

Os grandes e-commerces do Brasil acreditavam numa verdade que não existe mais. A verdade é que valia a pena investir muito para ter uma base grande de clientes ou “Leads” e devido ao tamanho desta base a empresa passaria a ter um valor de mercado gigante, fazendo investidores e outros e-commerces maiores terem muito interessante em comprar a empresa devido a esta base de clientes.

O problema é que com o crescimento do WhatsApp, o valor do e-mail pessoal está cada vez menor. As pessoas estão usando muito pouco seus próprios e-mails. Em muitos casos, as pessoas agora usam o e-mail meramente para o cadastro, raramente entrando novamente. E o pior: quando entram percebem que sua caixa de entrada está cheia de informativos comerciais e poucos e-mails de amigos, pois estas mensagens foram transferidas para o WhatsApp.

Os grandes e-commerces ainda investem muito no crescimento da base, o que faz com que a maioria tem muita dificuldade de mostrar realmente um lucro. O custo de marketing em muitos casos é maior até que o faturamento e para piorar o valor deste cliente está ficando cada vez menor, pois está cada vez mais complicado monetizar este cliente pelo modo mais barato que seria o e-mail. Fora isso, o cliente estão se tornando cada vez menos fiéis a marca.

O objetivo deste texto não é dizer que e-commerce não pode dar lucro, mas sim ressaltar que se os e-commerces não perceberem que as estratégias para qual se planejaram e os investidores colocaram dinheiro (e muito dinheiro) não funcionam na nova realidade, vamos ter uma nova bolha. Para mim ela está bem mais perto que todos imaginam.

Para quem procura um coach ou uma consultoria de empreendedorismo, mande um email para Felipebw@gmail.com.