O iPad Pro tem uma entrada USB 3.0 secreta que ninguém notou

Avatar

Por Paula Zogbi

7 de dezembro de 2015 às 13:50 - Atualizado há 5 anos

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

O novo iPad Pro virou um forte concorrente de alguns dos melhores laptops do mercado por conta da nova descoberta do Ars Technica. Aparentemente, o tablet “gigante” da Apple tem uma porta USB 3.0 escondida, e até agora ninguém havia percebido.

Um novo conector, que nunca esteve em nenhuma versão anterior de iPad, suporta transmissões de dados na velocidade USB 3.0, a segunda transferência mais rápida possível, atrás do ThunderBolt, encontrada até então apenas em computadores topo de linha, como o MacBook Pro. A mudança não foi divulgada pela fabricante, mas outros desenvolvedores perceberam a maior rapidez na conexão.

Para conectar dispositivos USB, como pen drives, ainda será preciso usar conectores e adaptadores que não foram fabricados – mas não devem demorar para ser. O cabo que vem junto com o gadget também não suporta esta velocidade.

Com público alvo em profissionais – principalmente de artes e design – o iPad pro possui novas ferramentas e periféricos que o tornam mais parecido com o híbrido Surface, da Microsoft, do que com os outros tablets da Apple. Com seu lançamento, foram divulgados um teclado e o Apple Pencil, para facilitar o uso profissional. Também foram divulgadas parcerias com empresas como a Adobe com o mesmo propósito.