Nubank começa hoje a testar seu programa de fidelidade inovador

Da Redação

Por Da Redação

12 de setembro de 2016 às 10:54 - Atualizado há 4 anos

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

O Nubank começa a testar hoje o seu programa de fidelidade. A startup pré-selecionou um grupo de clientes com smartphones Android para acessar esta nova função. Este grupo passará a acumular pontos de acordo com o valor das compras realizadas com o cartão, no valor de R$ 1 por ponto.

Esses pontos podem ser usados para pagar passagens aéreas, diárias em hotéis, além de corridas da Uber e mensalidades do Spotify e Netflix. A cofundadora e vice-presidente do Nubank, Cristina Junqueira, afirma ao Estadão que o programa de fidelidade do Nubank foi totalmente desenvolvido pela empresa.

20 pessoas se dedicaram um ano inteiro ao projeto do programa.  “Não queríamos ter um programa de fidelidade igual ao dos outros cartões”, disse a executiva, em entrevista ao Estadão.

E ele é bem diferente: primeiro, você pode checar quantos pontos possui logo de cara. “Esperar até o fechamento da fatura para saber quantos pontos foram creditados não faz parte da experiência que queremos oferecer”, disse.

Depois, o programa funciona da forma inversa da maioria dos programas. Ao invés de realizar compras, juntar pontos e depois trocá-los por benefícios, você deverá comprar o que quer e depois “apagar” os seus gastos com os pontos acumulados com o tempo. Uma outra vantagem que poucos planos possuem: os pontos não vão expirar.

Quem fizer parte do programa de fidelidade pagará uma anuidade, mas o valor ainda não foi definido. Como no Netflix, você terá os 30 primeiros dias grátis. Quem não quiser continua a não ter anuidade no Nubank. Em outubro, os usuários de iPhone também poderão aderir ao programa. E até o fim de ano, todos os clientes.

A ideia é usar o programa de fidelidade para conseguir atrair clientes de renda mais elevada, que não usam o cartão da startup ainda por não contar com o programa de fidelidade com milhas. O Nubank é uma das startups que mais crescem no Brasil.

[php snippet=5]
E não esqueçam de entrar no grupo de discussão do StartSe no Facebook!