Não cansa de surpreender: lucro da Apple cresce 31% e bate novo recorde

Segundo a empresa, a receita nunca foi tão boa quanto em 2015

Avatar

Por Paula Zogbi

27 de outubro de 2015 às 19:14 - Atualizado há 4 anos

SÃO PAULO – De acordo com comunicado à imprensa, os resultados trimestrais da Apple para o quarto trimestre de 2015, encerrado no dia 26 de setembro, vieram acima das expectativas do mercado, graças às vendas de 48 milhões de iPhones, ao Apple Watch e a um recorde em vendas de computadores Mac.

A empresa lançou em setembro os iPhones 6S e 6S Plus e anunciou novos modelos de iPads. As vendas da Apple TV começaram mundialmente nesta semana.

A fabricante do iPhone reportou receita de US$ 51,5 bilhões e lucro líquido de US$11,1 bilhões, ou US$1,96 por ação. O crescimento foi de 31% ante o mesmo período de 2014. As expectativas de Wall Street eram de receita de US$51 bilhões e ganhos de US$1,88 por ação.

O CEO Tim Cook afirmou em um pronunciamento que a empresa está “caminhando em direção ao final do ano com a linha de produtos mais forte até então”.

Apesar dos dados positivos, a empresa demonstrou cautela quanto às estimativas para o próximo trimestre. De acordo com o relatório, espera-se que a receita no primeiro trimestre do ano que vem esteja na faixa entre US$75,5 bilhões e US$77,5 bilhões. Wall Street estima esse número em ao menos US$77 bilhões.

De acordo com o diretor financeiro da empresa, “o ano fiscal de 2015 foi o mais bem sucedido de todos os tempos, com crescimento de receita de 28% para quase US$234 bilhões”. Ainda assim, as vendas de iPads caíram 20% em comparação com o ano anterior, e uma das razões possíveis é a chegada dos celulares com telas maiores ao mercado.