Neste Natal você deixou o Vale do Silício mais rico! E nem se deu conta…

Junior Borneli

Por Junior Borneli

26 de dezembro de 2018 às 15:04 - Atualizado há 2 anos

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

Nesta pausa de Natal você, muito provavelmente, deixou alguma empresa do Vale do Silício mais rica. Isso mesmo, sem se dar conta, você está fortalecendo ainda mais o ecossistema empreendedor do Vale, que já é o ambiente mais inovador do planeta.

Para pegar a estrada, você provavelmente usou o Waze ou o Google Maps. Apesar de não ter nascido no Vale, o Waze hoje faz parte do Google. Então, pingou um centavinho de dólar por lá.

E pra fazer a viagem mais divertida, você colocou uma música no Spotify, certo? Pronto, mais alguns centavos caíram na conta da turma do Vale. Só que para o Waze ou Spotify funcionarem, você teve que deixar mais um dinheiro no Vale do Silício. Afinal, seu celular é um iPhone, da Apple, ou é de alguma outra marca qualquer que utiliza o Android, do Google.

Bom, mas quem viaja precisa de hospedagem, não é? Se você usou o Airbnb pra garantir suas férias, ponto pro Vale do Silício. Mais um dinheiro seu que ficou por lá.

E, como qualquer outra pessoa desse mundo, você deve registrar cada momento das suas viagens, né? Aí é foto no Facebook, no Instagram, vídeo no YouTube… e muito dinheiro no Vale do Silício.

Mas se você é da turma que resolveu ficar em casa, fica tranquilo. Você também contribuiu com o Vale. E o campeão de audiência deve ter sido a Netflix, certo? Mais um trocadinho pingando por lá.

Hum… e como faz pra falar conectar a turma que viajou com a turma que ficou em casa? Usa o Whatsapp! E colabora mais com a turminha lá da Califórnia.

E quem viajou, mas não pode se desligar muito tempo do trabalho? Usa o Google Docs, Dropbox, Slack… tá somando aí o quanto de dinheiro já caiu na conta da turma do Vale do Silício?

E por aí vai… isso explica muito porque o Vale do Silício é essa potência. Milhões, bilhões de usuários ao redor do mundo, capital quase “infinito” para investir em novas tecnologias e contratar os melhores talentos.

A StartSe já levou mais de 1,5 mil pessoas para o Vale do Silício, para aprender sobre as inovações que acontecem por lá. E mais de 30 empresas já levaram seus principais executivos para ver de perto tudo isso.

Quer viver um pouco disso? Acesse o site do Learning Experience, nosso programa de imersão no Vale, e digite o cupom ANONOVO na hora de fazer sua inscrição. Tem uma surpresinha (bem legal) pra você lá.