Minha experiência sendo avaliado no programa Shark Tank Brasil

Avatar

Por Felipe Wasserman

17 de janeiro de 2017 às 15:47 - Atualizado há 4 anos

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

Sempre amei o programa e já era fã da versão americana muito antes de saber que ele poderia vir ao Brasil!

O programa teve uma importância muito grande na história da PetiteBox quando tivemos a oportunidade de fazer o primeiro pitch lá em 2015, num Demo Day. Naquela época, fizemos uma maratona de Shark Tank para analisar cada detalhe, o que precisava ser falado, as perguntas mais frequentes e até as expressões dos melhores pitchs!

Esta ajuda foi incrível e nos preparamos tão bem para o primeiro pitch que conseguimos conquistar um investidor, o João Kepler, e garantimos o nosso primeiro investimento!

Logo que soube que o programa Shark Tank viria para o Brasil não perdi tempo em inscrever a PetiteBox. Assim que recebi o link, enviei todas as informações pedidas e poucos minutos depois a inscrição já estava feita! E não é que a PetiteBox foi uma das 5 primeiras inscritas? Isso que é vontade de participar!

A princípio, o processo foi bem rápido, fizemos o pitch-teste ainda na mesma semana. Porém, a resposta final demorou para sair e cada dia era uma tensão! Quando recebi a aprovação para nossa participação, fizemos até uma festa na PetiteBox!

Depois disso foi uma bateria de treinamento, queríamos estar perfeitos na apresentação diante dos Tubarões, com isso passamos horas treinando até parecer completamente natural!

E finalmente chegou o dia, aquele 30 de agosto, o dia seguinte ao meu aniversário. E todas as pessoas que me ligaram para me parabenizar tiveram que ouvir o pitch (até minha Avó). Eu até brinco que o Shark Tank Brasil “roubou” o meu aniversário!

Naquele dia nem estávamos nervosos, nos sentimos tão preparados, além de termos total confiança em projeto! Apesar que nos vendo no vídeo parece que estamos sim, muito nervosos! Eu bem mais do que a Ivy, inclusive.

A apresentação fluiu muito bem e passamos a mensagem que queríamos, e ao final apesar de não termos conseguido o investimento, a história da PetiteBox foi muito elogiada por todos os Tubarões. Segundo eles, não houve investimento por desconhecerem o nicho em que atuamos.

O programa foi ao ar dia 12 de janeiro de 2017, praticamente 5 meses após a gravação, e não vou negar que mesmo achando ter ido bem durante a gravação, sempre fica o receio da edição, pois a gravação durou cerca de 40 minutos para um programa de apenas 8.

E foi um sucesso! Recebemos manifestação positiva de pessoas que nem conhecemos e, mesmo os Tubarões não tendo investido em nosso “bebê”, tivemos a procura de muitos interessados em fazer parte desta história!

Em resumo, poder fazer parte do programa já era muito mais do que imaginei quando abri a PetiteBox! E acredito que levar a PetiteBox para o horário nobre, apresentar a nossa ideia para o Brasil inteiro, vai leva-la para um novo patamar como empresa e vamos trabalhar forte para realizarmos até os sonhos que nem imaginamos ter hoje!

Para quem não viu o programa segue o link abaixo!

Shark Tank Petitebox

Caso esteja procurando uma mentoria especifica para pessoas que desejam executar e não querem perder tempo clique no link e me procure!

Não deixe de entrar no grupo de discussão do StartSe no Facebook e de inscrever-se na nossa newsletter para receber o melhor de nosso conteúdo!

[php snippet=5]