Minas Gerais terá primeiro ranking regional de startups elaborado por movimento internacional

Avatar

Por Lucas Bicudo

23 de agosto de 2016 às 16:20 - Atualizado há 4 anos

Logo Black Friday 2020

Nossos melhores Cursos Executivos ou Programas Internacionais com até 50% off

Quero saber mais

Vem aí a melhor formação de líderes do Brasil

Logo Liderança Exponencial Aprenda as novas competências fundamentais para desenvolver uma liderança exponencial e desenvolva diferenciais competitivos para se tornar um profissional de destaque no mercado.

100% online, aulas ao vivo e gravadas

Próxima turma: De 14 a 17/Dez, das 19hs às 22hs

Inscreva-se agora

O movimento internacional 100 Open Startups, que conecta startups e companhias de todo o mundo, lança neste ano, o primeiro ranking regional das startups mais inovadoras de Minas Gerais. A lista é uma parceria do movimento com a Secretaria de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Sectes).

O lançamento do ranking será nesta terça-feira (23), às 19h, no Espaço Centoequatro, em Belo Horizonte. Durante o evento também será anunciada participação, pela primeira vez, do movimento 100 Open Startups na Arena de Negócios da Finit (Feira Internacional de Negócios, Inovação e Tecnologia), que acontecerá de 9 a 13 de novembro.

A ideia do movimento é desenvolver rankings regionais de startups, além do ranking brasileiro das 100 startups mais atraentes para o mercado. Na última edição do ranking nacional, onze startups mineiras se destacaram entre as 100 melhores brasileiras. “Esperamos identificar 100 startups de alto potencial da região e já recebemos inscrições, que estão sendo avaliadas”, comenta Bruno Rondani, engenheiro e mentor do movimento.

Para participar da avaliação, a startup deve se inscrever pelo site até 25 de setembro e escolher o desafio que tem mais sinergia com sua solução. Neste ano, o 100 Open Startups parte com 20 desafios de inovação propostos pela rede de empresas e de investidores, em áreas como saúde, agronegócios e sociedade da informação.

Para se ter uma ideia, cada startup participante do movimento recebeu, em média, 30 avaliações em todo o processo. Até agora, 53 contratos já foram firmados entre empresas e startups e 692 parcerias estão em negociação.

“Startups têm muitas ideias, muitas alternativas e muitos possíveis caminhos a seguir. Se as startups não obtêm o compromisso e acesso a recurso de instituições estabelecidas em suas fases iniciais – empresas ou fundos de investimento – elas têm muita pouca chance de prosperar”, finaliza Rondani.

Mensagem do Editor
Ei, tudo bom?
Gostaria de agradecer pela visita! Meu nome é Felipe Moreno, sou editor-chefe do StartSe e, como muito de vocês, dono de uma (minúscula) startup de mídia.
E vou te fazer um pequeno convite: vamos bater um papo! É só se cadastrar aqui embaixo e eu vou te enviar alguns e-mails para você com o melhor do nosso conteúdo para te ajudar, seja você um empreendedor, funcionário, investidor ou apenas interessado neste maravilhoso mundo!
É um caminho de comunicação direto que nenhum outro portal oferece para seus leitores. E a intenção é construir uma comunidade vibrante que esteja preparada para todos os enormes desafios que virão. Vamos construir conhecimento e conteúdo juntos! Conto muito com a presença de vocês neste papo!
[php snippet=5]
E não é só isso! Você tem alguma sugestão de pauta? Quer conversar sobre sua startup? Assessora alguma empresa? Tem alguma dica que pode ajudar outros leitores? Quer ter a SUA matéria publicada no site?
O StartSe quer ouvir de VOCÊ, nosso leitor, o que precisamos fazer para melhorar cada vez mais o site! Deixamos o form abaixo para você, mas se quiser, basta mandar um e-mail para redacao@startse.com.br!
 [contact_bank form_id=3]
[php snippet=9]
E por último, não esqueçam de entrar no grupo de discussão do StartSe no Facebook! Lá poderemos debater tecnologia, inovação, startups, empreendedorismo e criar um ambiente saudável de troca de opiniões e networking!