Mesmo após bloqueio chinês, Bitcoin vale US$ 4.100 dólares

Mercado percebeu que a China não é tão importante assim

Avatar

Por Junior Borneli

19 de setembro de 2017 às 09:55 - Atualizado há 2 anos

Bitcoin

Depois da ameaça chinesa, que tomou medidas para proibir os Bitcoins no país e derrubou o preço da moeda nos últimos dias, o impacto parece ter sido menor. Nesta segunda, 18, a cotação atingiu os US$ 4.100 cada.

Depois de ter atingido a casa dos US$ 3 mil na sexta-feira, dia 15, a moeda se recuperou e subiu mais de 1 mil dólares no dia útil seguinte.

Ainda que esse aumento no valor da Bitcoin possa ser comemorado por algumas pessoas, as autoridades chinesas continuam buscando novas medidas para tentar diminuir a força da moeda virtual.

Segundo o The Wall Street Journal, os órgãos reguladores chineses tentarão fechar todos os canais para trocar os Bitcoins.

O Bitcoin e as criptomoedas estão causando uma revolução no mercado financeiro. Tanto que os maiores especialistas desse mercado estarão no Bitcoin Conference, a maior conferência sobre criptomoedas já feita no Brasil.

Para saber mais, acesse o site startse.com/bitcoin.