Mercado Livre vai investir US$ 10 milhões em startups neste ano

Avatar

Por Júlia Miozzo

19 de janeiro de 2016 às 13:35 - Atualizado há 5 anos

Logo Black Friday 2020

Nossos melhores Cursos Executivos ou Programas Internacionais com até 50% off

Quero saber mais

Vem aí a melhor formação de líderes do Brasil

Logo Liderança Exponencial Aprenda as novas competências fundamentais para desenvolver uma liderança exponencial e desenvolva diferenciais competitivos para se tornar um profissional de destaque no mercado.

100% online, aulas ao vivo e gravadas

Próxima turma: De 14 a 17/Dez, das 19hs às 22hs

Inscreva-se agora

Em 2016, o Mercado Livre vai investir US$ 10 milhões em startups dos 16 países em que está presente, a mesma quantia investida em 2014. Esta é a segunda rodada do fundo de investimentos da companhia, o MeLi Fund. As inscrições, que abrem no dia 24 de janeiro, deverão ser feitas no site oficial do fundo e vão até o dia 25 de fevereiro.

“Investimos apenas em startups em estágio inicial do negócio. Selecionamos empreendedores que tenham ideias que podem beneficiar o ecossistema em torno da plataforma”, disse Hellisson Lemos, diretor geral do Mercado Livre no Brasil, em entrevista ao Estado de S. Paulo. O executivo também afirmou que o objetivo do MeLi Fund é impulsionar a criação de novas tecnologias que melhorem a experiência dos vendedores e compradores que usam o site.

As cinco startups brasileiras, após a primeira convocação, receberão um investimento entre US$ 50 mil e US$ 200 mil, conforme o potencial do negócio.

As startups que se candidatarem para a nova convocatória serão analisadas por executivos de outras unidades do Mercado Livre. No final, os empreendedores selecionados devem “vender” seu negócio para alguns executivos em no máximo cinco minutos.