Investimento em fintechs deve superar a marca de US$ 6 bilhões em 2017

Junior Borneli

Por Junior Borneli

25 de julho de 2017 às 15:01 - Atualizado há 3 anos

Logo ReStartSe

GRATUITO, 100% ONLINE E AO VIVO

Inscreva-se para o Maior Programa de Capacitação GRATUITO para empresários, gestores, empreendedores e profissionais que desejam reduzir os impactos da Crise em 2020

Segundo relatório da CB Insights, os investimentos em fintechs devem superar a marca de US$ 6 bilhões em 2017. O número de fintechs bilionárias também bateu o recorde. São, ao todo, 26 empresas com valor de mercado superior a US$ 1 bilhão.

Dessas 26 fintechs bilionárias, 15 estão baseadas nos Estados Unidos, 7 estão na Ásia e 4 ficam na Europa.

Dentre as fintechs bilionárias, destaca-se a a AvidXchange, uma empresa de software dos EUA que ajuda as empresas de médio porte a automatizar seus processos de pagamento e cobrança, que levantou investimento de US$ 300 milhões no último trimestre e agora está avaliada em US$ 1,4 bilhão.

A lista também inclui a Symphony, o serviço de bate-papo online apoiado por alguns dos maiores bancos de Wall Street. A empresa levantou aporte de US$ 63 milhões no último trimestre e chegou ao valor de US$ 1 bilhão.

A fintech mais valiosa do planeta é a chinesa Lufax, avaliada em US$ 18,5 bilhões. A empresa é uma das principais plataformas de empréstimos peer-to-peer do mundo. Fundada em 2011, a empresa já intermediou mais de 200 mil empréstimos, tendo transacionado cerca de US$ 2,5 bilhões.

A revolução causada pelas fintechs será discutida durante a maior conferência de fintechs do Brasil, que será realizada em São Paulo, no dia 15 de agosto. As principais fintechs brasileiras estarão presentes: Nubank, Guia Bolso, Banco Neon e várias outras.

O evento está dividido em palestras, workshops e uma feira com mais de 60 fintechs participantes. Para saber mais, acesse o site www.fintouch.com.br.