A inovação é como uma tsunami: a primeira onda é imperceptível

Em tecnologia, cada passo representa um imensidão, já que o desenvolvimento é exponencial e não linear

Avatar

Por Junior Borneli

6 de novembro de 2017 às 16:16 - Atualizado há 2 anos

As grandes inovações não acontece uma vez. Elas surgem em passos lentos, quase imperceptíveis, assim como uma tsunami. As primeiras ondas parecem inofensivas, mas elas são um alerta a respeito a grande mudança que vem na sequência.

Isso aconteceu em diversas indústrias, ao longo dos anos. Ninguém notou o Uber, em 2009, ou o Airbnb, em 2008. Mas depois das primeiras ondas, uma grande transformação aconteceu no mercado de transporte de passageiros e de hotelaria.

Essa mesma lógica se repetiu com outras empresas como Google, Facebook, Youtube e muitas outras. E vai se repetir ainda inúmeras vezes.

Isso acontece porque os passos evolutivos da tecnologia são exponenciais. Nós, humanos, nos acostumamos com a lógica de que, se dermos 30 passos, andaremos 30 metros. Mas no que diz respeito a tecnologia, cada passo representa um imensidão, já que o desenvolvimento é exponencial e não linear.

Esse movimento de crescimento exponencial vai acontecer cada vez mais rápido e vai atingir diversos mercados e carreiras. Tanto que o StartSe criou um evento para discutir as inovações que vêm sendo criadas por startups e que estão mudando a forma como fazemos negócios.

No Corporate Startup Innovation você vai ver como grandes companhias estão acompanhando essas transformações e extraindo grandes oportunidades.

Para conhecer mais sobre isso, acesse o site do programa e veja como é importante participar dessa mudança.