“Herdei a camisa 10 do meu maior ídolo e do maior ídolo da história do Flamengo.”

Avatar

Por Herbert Lopes

21 de setembro de 2015 às 13:18 - Atualizado há 6 anos

Logo Novo Curso

Transmissão exclusiva: Dia 08 de Março, às 21h

Descubra os elementos secretos que empresas de sucesso estão usando para se libertar do antigo modelo de Gestão Feudal de Negócios.

Inscreva-se agora
Logo Cyber Monday 2020

Só hoje, nossos melhores Cursos Executivos ou Programas Internacionais com até 50% off

Quero saber mais

Na década de 90, Sávio surgiu para o futebol.
Tornou-se um dos maiores ídolos do Flamengo, clube que tem a maior torcida do mundo. Fora do Brasil fez sucesso no time galático do Real Madrid e vestiu também a amarelinha por vários jogos, inclusive fazendo parte das Olimpíadas de Atlanta em 1996, onde conquistou a medalha de bronze.

“A cada etapa que eu vencia, cada etapa que eu ultrapassava no Rio de Janeiro era uma conquista. Até o momento que eu tive a primeira oportunidade nos profissionais do Flamengo e eu vi ali, realmente, que aquela oportunidade não podia escapar das minhas mãos.”

Sávio é um exemplo de planejamento. Mesmo quando atleta, já tinha o espírito empreendedor e começou a investir 70% a 80% do seu rendimento. E esses valores eram alocados principalmente no mercado imobiliário, algo que ele chamava de poupança forçada.

Neste episódio, Sávio mostra porque também ídolo fora das quatro linhas. Você irá conhecer o lado cultural, familiar e empresarial do craque.

E finalizo com o canto que é inesquecível para a torcida flamenguista: “Eô, eô, o Sávio é um terror.”

Agora, aperte o play e confira!