Conheça alguns belos casos de parcerias entre grandes empresas e startups

Avatar

Por Lucas Bicudo

13 de março de 2017 às 15:18 - Atualizado há 4 anos

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

Uma pesquisa realizada pela Apex e pelo Brazil Ventures – com um espaço amostral de 68 presidentes de empresas brasileiras – aponta um interesse delas em se aproximarem de startups. Motivo? Primeiro vem desenvolver novos negócios, depois acelerar o processo de inovação e enfim buscar por retorno financeiro.

Lembra do BB-8, o simpático robô de Star Wars VII – O Despertar da Força? Bem, ele é fruto da parceria da Disney com a startup Sphero. A colaboração se deu por meio do programa de aceleração da Walt Disney Co.

Nele, startups selecionadas recebem tutorias de gerentes e diretores da companhia, como do CEO Bob Iger. Além da Sphero, a Disney também firmou parceria com a Atom Tickets, que ajuda os visitantes do parque a comprarem antecipadamente ingressos e pipoca para o cinema.

No Brasil, principalmente neste ano de situação econômica mais instável, também tem crescido a aposta de grandes empresas em startups, a fim de otimizar processos e diminuir custos.

A tecnologia vai mudar como lidamos com o mundo, e grandes oportunidades, como essas vão se abrir. Tentamos ajudar empresas a entenderem a importância disso através do Corporate Class, um evento exclusivo sobre inovação corporativa.

Vejamos alguns exemplos:

Poupatempo + Nama

O Poupatempo, programa criado pelo governo do Estado de São Paulo, queria arrumar um jeito de agilizar ainda mais o atendimento e facilitar a comunicação com o público. Para suprir essa necessidade, a Nama entrou em ação. A startup é a primeira empresa no país a desenvolver um sistema próprio de Inteligência Artificial para robôs de atendimento. Apresentou ao mercado uma plataforma de chat que utiliza Bots com I.A. prontos para automatizar serviços e tarefas, informar, vender e auxiliar, tudo de forma natural, independente do canal utilizado. No caso do Poupatempo, a tecnologia está em fase de implementação e será integrada em uma plataforma de serviços online da entidade. Com isso, o objetivo é trazer mais agilidade ao agendamento de serviços.

Nasa + Freelancer.com

Com tantos projetos em sua alçada, a Nasa precisa constantemente renovar seus talentos e trabalhar com novas ideias. Para resolver essa situação, a agência faz uso da Freelancer.com, uma plataforma de freelancer e crowdsourcing. Nela, empresas podem encontrar profissionais talentosos de diferentes partes do mundo. É uma opção mais econômica e rápida para as companhias, que podem pagar pelos serviços prestados em apenas uma ação ou projeto. No caso da Nasa, o órgão abre projetos especiais nos quais qualquer um pode participar, aumentando a qualidade e competitividade das ações executadas. A parceria com o Freelancer foi tão bem-sucedida que a instituição já tem até uma página especial no site da plataforma, com vários desafios abertos para o público.

Walmart + Cuponomia

Para grandes empresas de e-commerce, impulsionar as vendas e manter o consumidor engajado é sempre um desafio, principalmente em época de crise. Promoções, saldões e descontos são algumas das estratégias utilizadas para chamar atenção do público. Pensando nisso, a rede Walmart, através de uma parceria com a Cuponomia, passou a disponibilizar códigos promocionais de até 15% de desconto. Já no primeiro semestre de 2016, o número de vendas da empresa cresceu 21% em comparação com o semestre anterior, quando a loja ainda não oferecia os códigos promocionais para compras online. A startup disponibiliza para os internautas cupons que podem ser utilizados em diversas lojas virtuais e serviços. Além do Walmart, o site conta com cupons para o Extra, O Boticário e GOL. A estratégia vem dando certo: nos últimos dois anos, a busca por cupons de desconto no e-commerce cresceu 130% no país.

McDonald’s + Arquivei

Embora manter a saúde fiscal de uma companhia seja sempre importante, nem sempre essa tarefa é fácil. No caso do McDonald’s, o problema era justamente esse, manter o recebimento e gestão de documentos fiscais eletrônicos organizados. Para lidar com essa situação, a Arcos Dourados, operadora da franquia no Brasil, recorreu à Arquivei, startup que oferece plataforma de gerenciamento de notas fiscais. Hoje, o McDonald’s utiliza a solução em diversos setores, como financeiro, contábil, compras e manutenção.

Faça parte do maior conector do ecossistema de startups brasileiro! Não deixe de entrar no grupo de discussão do StartSe no Facebook e de inscrever-se na nossa newsletter para receber o melhor de nosso conteúdo!

[php snippet=5]