Governo do México investe em startups de agronegócio

Junior Borneli

Por Junior Borneli

8 de setembro de 2017 às 13:45 - Atualizado há 4 anos

Logo Novo Curso

Transmissão exclusiva: Dia 08 de Março, às 21h

Descubra os elementos secretos que empresas de sucesso estão usando para se libertar do antigo modelo de Gestão Feudal de Negócios.

Inscreva-se agora
Logo Cyber Monday 2020

Só hoje, nossos melhores Cursos Executivos ou Programas Internacionais com até 50% off

Quero saber mais

O governo mexicano investiu US$ 4,1 milhões em fundos de apoio ao desenvolvimento de AgroTechs, startups ligadas ao agronegócio.

O objetivo é incentivar o ecossistema de inovação de AgroTechs do país e dar aos empreendedores e pesquisadores universitários um caminho claro para desenvolver seus projetos.

Aqui no Brasil, os investimentos em startups de agronegócio estão aquecidos. Um cenário sobre esse mercado será apresentado na Agro Tech Conference, maior conferência sobre inovações para o agronegócio já feita no país.

O governo mexicano busca incentivar o desenvolvimento de startups inovadoras na área do agronegócio. O país está bastante atrasado em relação a Brasil e Argentina, por exemplo.

O México é o maior produtor mundial de abacate e tomate, e exporta cerca de US$ 14 bilhões em vegetais, todos os anos. Porém, os investimentos para melhoria da produtividade e controle de pragas é quase nulo.

O mercado de agronegócio passa por uma grande transformação impulsionada pelas startups de agronegócio. As principais tecnologias serão apresentadas no Agro Tech Conference. Acesse o site oficial do programa e conheça os detalhes.