Governo chinês apoia startups para impulsionar economia e gerar empregos

Avatar

Por Júnior Borneli

13 de Maio de 2015 às 09:41 - Atualizado há 5 anos

Logo ReStartSe

GRATUITO, 100% ONLINE E AO VIVO

Inscreva-se para o Maior Programa de Capacitação GRATUITO para empresários, gestores, empreendedores e profissionais que desejam reduzir os impactos da Crise em 2020

A China vem prometendo várias medidas para incentivar o empreendedorismo e impulsionar a criação de empregos, na tentativa de frear a desaceleração do crescimento econômico e o desemprego crescente.

O Conselho de Estado pretende apoiar startups para impulsionar o crescimento do emprego, de acordo com um comunicado publicado na última sexta-feira, no site do governo. O Conselho vai apoiar os esforços das startups e pequenas empresas para a contratação de funcionários graduados e incentivar habilidades de treinamento, especialmente para os moradores desempregados e rurais.

O StartSe quer ajudá-lo a chegar ao sucesso.CLIQUE AQUI e descubra como Zero Paper, Conta Azul, Boo-Box e Descomplica conquistaram investidores!

A declaração dada pelo Premier chinês Li Keqiang na semana passada foi um recado para que políticas mais proativas para aliviar a pressão sobre o mercado de trabalho sejam implementadas com urgência. O país teve seu menor crescimento desde 2009 neste primeiro trimestre deste ano, fazendo com que Li exija metas arrojadas de criar 10 milhões de empregos urbanos este ano, superando a meta estipulada para o ano passado, que era de 3,2 milhões de novos empregos.

Muitos jovens chineses estão buscando apoio do governo para tentar criar startups, aproveitando o fato de que as empresas apoiadas pelo Estado vacilaram na tentativa de conter a desaceleração. Os empreendedores têm sido motivados pelo sucesso meteórico de empresas chinesas como Alibaba Group.

O Conselho de Estado citou planos anunciados no mês passado para aumentar incentivos fiscais e subsídios para algumas empresas para apoiar a criação de emprego. Essas medidas incluem a concessão de empréstimos garantidos de até 100.000 yuan (US$ 16 mil dólares) para as pequenas empresas e startups e fornece subsídios para aquelas empresas que contratarem jovens universitários graduados.