Gigantes doam US$ 300 milhões para apoiar ciência da computação em escolas

Avatar

Por Elena Costa

27 de setembro de 2017 às 17:29 - Atualizado há 3 anos

Logo ReStartSe

GRATUITO, 100% ONLINE E AO VIVO

Inscreva-se para o Maior Programa de Capacitação GRATUITO para empresários, gestores, empreendedores e profissionais que desejam reduzir os impactos da Crise em 2020

A Internet Association confirmou a criação de um fundo no valor de US$ 300 milhões. Google, Facebook, Microsoft, Amazon são algumas gigantes que prometeram doar uma quantidade para o fundo que tem o objetivo de apoiar a educação em ciência da computação nas escolas públicas dos Estados Unidos.

De acordo com o release da associação, o dinheiro será doado ao longo de 5 anos e não será formado só pelas empresas associadas mas também por indivíduos e outras empresas privadas. A tabela a seguir mostra os quanto cada um se comprometeu a dar para o fundo.

Empresa Valor
Facebook, Google, Microsoft, Amazon e Salesforce US$ 50 milhões cada
Lockheed Martin US$ 25 milhões
Accenture Mais de US$10 milhões
General Motors e Pluralsight US$ 10 milhões cada
Fundações e pessoas físicas US$ 3 milhões

O presidente e CEO da Internet Association, Michael Beckerman, afirmou que “é essencial que os setores público e privado trabalhem juntos para garantir que todos os estudantes americanos tenham a oportunidade de aprender informática”. O fundo também é mais uma forma de apoiar o memorando assinado ontem pelo presidente dos EUA Donald Trump que desloca pelo menos US$ 200 milhões anualmente para firmar a educação em campos STEM.

A conselheira do governo Trump, Ivana Trump afirmou que a ação é para garantir que “todos os estudantes em todo o país, desde as nossas comunidades rurais até os nossos centros urbanos” tenham acesso a este tipo de educação.

A iniciativa também propõe , segundo executivos do setor de tecnologia,  fomentar a educação de informática nas escolas públicas para solucionar a falta de habilidades que o mercado de trabalho exige , principalmente no Vale do Silício.

Esse fundo é uma maneira de alavancar um setor que necessita de pessoas qualificadas e que já é considerada uma nova economia. Quer aprender mais sobre esta economia em crescimento? Então confira o curso de introdução a ele aqui.

(Via Venture Beat)

Participe do maior censo de startups do Brasil! Não deixe de entrar no grupo de discussão do StartSe no Facebook e de inscrever-se na nossa newsletter para receber o melhor de nosso conteúdo!

E caso você tenha interesse em anunciar aqui no StartSe, baixe nosso mídia kit.

[php snippet=5]