Fintechs devem movimentar US$ 14 bilhões na Índia nos próximos 3 anos

Junior Borneli

Por Junior Borneli

28 de julho de 2017 às 10:06 - Atualizado há 3 anos

Logo ReStartSe

GRATUITO, 100% ONLINE E AO VIVO

Inscreva-se para o Maior Programa de Capacitação GRATUITO para empresários, gestores, empreendedores e profissionais que desejam reduzir os impactos da Crise em 2020

A Índia é um dos países que mais cresce no mundo e isso se reflete no mercado de fintechs. Estima-se que existam mais de 600 startups trabalhando com empréstimos, meios de pagamento, seguros e softwares para bancos.

Os números impressionam. Hoje, o mercado e fintechs movimenta cerca US$ 8 bilhões, mas deve quase dobrar em três anos, atingindo o patamar de US$ 14 bilhões.

Muito desse crescimento se deve a entrada de uma parcela significativa da população no sistema financeiro. O volume de pagamentos digitais cresceu 55% no último ano e o volume de transações via cartão de débito subiu 104% no mesmo período.

A instalação de POS, as máquinas para recebimento de pagamento via cartão, cresceu 83% e o uso de cartões pré-pagos cresceu incríveis 163%. Boa parte desses números serão debatidos durante a maior conferência de fintechs do Brasil.

Com uma população estimada em 1,3 bilhão de pessoas, a Índia é considerada o novo oásis para as empresas de tecnologia que buscam crescimento exponencial.

O StartSe, inclusive, está organizando uma Missão para a Índia, com o objetivo de promover a interação com o ecossistema local de startups, conhecer oportunidades de negócio e investimentos.

Para maiores informações, clique aqui e conheça o programa. Lembrando que o governo da Índia tem um programa de incentivo que pode reembolsar até cerca de US$ 1.300 dólares das despesas com a viagem.