Fintech GuiaBolso encontra jeito sensacional de reduzir atraso em pagamentos

Da Redação

Por Da Redação

21 de setembro de 2016 às 18:15 - Atualizado há 4 anos

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

Você tem dinheiro em conta, mas não paga o cartão de crédito e acaba caindo no rotativo. Pode parecer besteira, mas boa parte dos brasileiros passam por isso. Uma das principais fintechs do Brasil, o GuiaBolso, encontrou um jeito simples de minimizar esse problema: notificações no celular, ajudando o usuário do aplicativo a lembrar de pagar a conta.

Deu certo. Uma pesquisa feita pela Kellogg School of Management,  escola de negócios da Universidade Northwestern (Evanston/EUA), em parceria com o aplicativo de finanças pessoais GuiaBolso, concluiu que o pagamento atrasado é reduzido em 11,4% quando as pessoas recebem avisos sobre o vencimento da conta. Ao menos 11,4% das pessoas pararam de ter esse problema justamente por receber notificações. Pode parecer pouco, mas não é: esse número engloba todo mundo que não tinha condições de pagar a conta mesmo.

A pesquisa nasceu depois da equipe do GuiaBolso constatar o problema, analisando os dados gerados pelo aplicativo. A equipe constatou que entre agosto de 2014 e maio de 2015, 48% dos usuários do GuiaBolso com pagamento atrasado do cartão de crédito tinham dinheiro suficiente nas contas correntes para cobrir pelo menos o pagamento mínimo da fatura, enquanto outros 35% conseguiriam pagar o valor integral.

Esse é o poder das fintechs: usar e analisar dados e tecnologia para poder melhorar a vida das pessoas, com um compromisso ímpar do que é melhor para o cliente. Não é à toa que as fintechs estão se tornando cada vez mais presentes – e é para mostrar isso que criamos o Fintech Class, um evento que contará com diversas fintechs para tratar do tema, entre as quais, o próprio GuiaBolso. Se te interessou, basta clicar aqui.

A pesquisa foi feita com cerca de 26 mil usuários do GuiaBolso, que receberam quantidades diferentes de mensagens ao longo do mês da fatura. O grupo com mais alertas recebeu 3 mensagens incentivando a guardar dinheiro para o pagamento da próxima fatura do cartão de crédito e 2 que lembrava sobre o vencimento dela – totalizando 5 avisos. O grupo de controle não recebeu nenhuma mensagem ao longo do mês.

O grupo que recebeu as 5 mensagens (só 5 mensagenzinhas) reduziram o atraso no pagamento em 11,4% e passaram a pagar 5,3% menos taxas e multas que aqueles que não receberam nada. A taxa de juros do rotativo do cartão de crédito está em 471% ao ano, segundo dados do Banco Central, então essa não foi uma economia qualquer – pode ter ajudado várias pessoas a não entrarem em uma bola de neve de dívidas. “O consumidor às vezes se esquece da fatura e de outras contas por não ter o total controle da sua vida financeira. A partir do momento que ele tem acesso a todos os dados no próprio celular e é lembrado dos vencimentos, ele passa a fazer melhores escolhas para a sua vida”, diz o fundador e Co-CEO do GuiaBolso, Thiago Alvarez.

São ferramentas inovadoras como o Guiabolso que podem lhe dar mais poder sobre sua vida. “Gerir as finanças é uma tarefa complexa que exige manter o controle de vários prazos de pagamento e saldos. Ferramentas tecnológicas como o GuiaBolso podem simplificar significativamente tal tarefa trazendo benefícios tangíveis e de poupança para seus usuários”, afirma a pesquisadora do estudo, Paolina del Carmen Medina Palma.

Com base no resultado do estudo, o GuiaBolso implementou uma nova funcionalidade para os usuários, agora o aplicativo financeiro seleciona automaticamente pessoas que estejam com dinheiro em conta passa a lembrá-las do pagamento da fatura do cartão de crédito. “Acreditamos que com a informação certa as pessoas podem fazer boas escolhas para suas finanças. Por isso, faz muito sentido trabalhar esta funcionalidade. Ela traz a informação no momento certo para permitir à pessoa agir e deixar de pagar taxas e juros do cartão”, comenta o fundador e Co-CEO do GuiaBolso, Benjamin Gleason.

[php snippet=5]
E não deixe de entrar no grupo de discussão do StartSe no Facebook!