Fábrica de Startups vai abrir no Rio de Janeiro com planos gigantescos

Da Redação

Por Da Redação

14 de março de 2017 às 11:07 - Atualizado há 4 anos

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

Quando estive em Lisboa, capital de Portugal, um dos ambientes que mais me impressionou foi a Fábrica de Startups, um hub para empreendedorismo bem grande e com atividades muito educativas. Bom, esse ambiente está vindo para o Brasil, com a criação da primeira Fábrica de Startups do País, no Rio de Janeiro.

A Fábrica já tinha sedes em Lisboa e Macau (ex-colônia portuguesa que hoje tem controle chinês) e deverá lançar em breve na cidade maravilhosa. Ela já tem 500 startups lançadas e 1.500 empreendedores apoiados desde 2012 e será a única aceleradora europeia independente com organização no Brasil.

A intenção é criar o maior hub de empreendedorismo, inovação e tecnologia da cidade maravilhosa, ao conectar startups e empresas que buscam inovação através de programas de aceleração, incubação e organização de eventos. “Vamos também apoiar startups brasileiras a crescerem e entrarem no mercado europeu através de Portugal. Da mesma maneira, vemos um imenso potencial de portugueses expandirem os seus negócios em um mercado suscetível a inovação como o do Brasil”, completa Hector Gusmão, CEO da Fábrica de Startups no Brasil.

O local escolhido para a Fábrica é um prédio no centro da cidade, na Praça da Bandeira, com 4 andares e mais de 500m² disponível para as startups. A primeira etapa da reforma do local já começou, com uma proposta futura de recuperar o entorno da área, além de propor um espaço aberto para membros cadastrados gratuitamente fazerem reuniões e network.

A previsão dos empreendedores que estão trazendo a Fábrica para o Brasil é de circulação é de 300 pessoas por dia, 90 startups aceleradas por ano e 10 mil membros cadastrados no primeiro ano de atuação, a partir do segundo semestre de 2017.

Faça parte do maior conector do ecossistema de startups brasileiro! Não deixe de entrar no grupo de discussão do StartSe no Facebook e de inscrever-se na nossa newsletter para receber o melhor de nosso conteúdo!

[php snippet=5]