Estado Islâmico tem até “telemarketing” para recrutar novos membros

Da Redação

Por Da Redação

19 de novembro de 2015 às 10:08 - Atualizado há 5 anos

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

O Estado Islâmico oferece um serviço de recrutamento 24 horas por telefone chamado de Jihadi Help Desk, para tirar dúvidas dos potenciais terroristas que gostariam de fazer parte de seu califado de terror.

De acordo com a NBC News, o Help Desk tem 6 membros sêniores, ao menos formados em tecnologia da informação, e vários recrutas que ajudam novos terroristas a entenderem aspectos tão mundanos quanto encriptação e plataformas de mensagens privadas. A ideia é facilitar que novos membros consigam se comunicar de maneira segura. 

Até agora não se sabe como achar os terroristas, que estão espalhados ao redor do mundo – a única pista que se tem é o momento em que cada um deixa o serviço para ir realizar suas rezas, que ocorrem em momentos específicos do dia. 

Com o Help Desk ajudando aos novos terroristas entenderem as tecnologias de segurança na rede reduz as chances de um novo ataque do Estado Islâmico ser descoberto ou uma rede ser responsabilizada. 

O Estado Islâmico pede para que seus usuários usem o aplicativo Telegram para se comunicarem, já que ele permite que as mensagens se destruam. Além disso, acredita-se que eles usam o Playstation 4 e outros videogames para se comunicar, com estratégias diversas, como tiros na parede de uma determinada partida de Call of Duty.