Enquanto rivais tradicionais encolhem, startup cresce 80% ao mês

Avatar

Por Lucas Bicudo

6 de dezembro de 2016 às 13:33 - Atualizado há 4 anos

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

Na última terça-feira (29), a CNT – Confederação Nacional dos Transportes – apresentou um levantamento realizado com aproximadamente 800 transportadoras de todo Brasil. Nele foi identificado que a maioria delas (60,1%) teve diminuição de receita bruta em 2016.

No fluxo contrário dessa amostragem está a startup CargoX que, somente em novembro deste ano, cresceu 80% em seu faturamento, comparando-se ao mês anterior. Sua vantagem está na sua tecnologia: ela é a primeira transportadora do Brasil que opera conectada em tempo real a uma rede de mais de 100 mil caminhoneiros autônomos –

Outro ponto importante da pesquisa é que 58,8% precisaram reduzir o número total de viagens. A CargoX? No mesmo período aumentou em 56% o número total de fretes realizados.

“Esse crescimento constante e forte reforça que temos uma solução que supre a necessidade do mercado, que a inovação é a principal tendência do setor e que ainda temos muito a conquistar. O modelo tradicional tem custos únicos e que fazem com que eles já saem em desvantagem econômica” declara Federico Vega, CEO da CargoX.

Também foi identificado que pelo menos 37,4% das empresas do setor reduziram o número de veículos em operação em 2016. Na startup esse dado teve um aumento de 31%. Por fim, foi apresentado que, somente nos últimos seis meses, 58,1% das empresas brasileiras de transporte tiveram de reduzir o quadro de funcionários. A CargoX aumentou seu quadro em 90% e iniciou o processo de mais 600 vagas para 2017.

“Nós temos visão e posicionamento inovador, queremos mostrar que é possível ser diferente dentro dos setores mais tradicionais e que as oportunidades existem em todo mercado” conclui o executivo.

Não deixe de entrar no grupo de discussão do StartSe no Facebook e de inscrever-se na nossa newsletter para receber o melhor de nosso conteúdo!

[php snippet=5]