Empresas de tecnologia se unem para implementação do bitcoin como pagamento

O resultado foi uma API que permite novas formas de pagamento – inclusive de moedas virtuais

Tainá Freitas

Por Tainá Freitas

27 de setembro de 2017 às 18:45 - Atualizado há 2 anos

Bitcoin

O W3C (World Wide Web Consortium), com a ajuda do Google, Microsoft, Facebook, Apple e Mozilla, lançou uma API que permite a implementação de criptomoedas – como o Bitcoin, a mais famosa delas – como forma de pagamento.

A interface de programação de aplicativos (significado da sigla API), é a matriz de um código específico disponibilizada para o uso em diversos sites e plataformas. Ela integra uma plataforma ao outro de maneira sutil: um site, ao colocar a localização pelo Google Maps, usa um código disponibilizado pelo próprio Google, utilizando um recurso já existente – o que ajuda na popularização do produto do Google e evita a criação de um mapa específico para o site sem necessidade.

Esse foi o produto da união das empresas: um código para os comerciantes utilizarem em suas plataformas, que, associado aos principais navegadores de internet e ao Facebook, é lido corretamente e torna possível a compra por novos métodos de pagamento.

A API já está presente nos navegadores de cada empresa – Chrome, Edge, Webkit da Apple e Firefox, respectivamente -, desde semana passada. O Google foi a responsável por adicionar a capacidade de solicitar (e aceitar) pagamentos em bitcoin, tornando o pagamento válido para qualquer comerciante. Agora, é possível aceitar a forma de pagamento, mas depende dos comerciantes disponibilizá-las em seus negócios. Aos clientes, cabe apenas adicionar a extensão no navegador utilizado. “Você pode identificar um método de pagamento de bitcoin específico com um URL e, em seguida, as pessoas podem distribuir aplicativos de pagamento que declaram seu suporte para esse método”, afirma Ian Jacobs, chefe da atividade de pagamentos do W3C, ao portal Coindesk.

A implementação do bitcoin como forma de pagamento demonstra como a moeda está cada vez mais aceita e valorizada pelo mercado e grandes empresas. As flutuações e o futuro da moeda criptografada e virtual serão discutidos na Bitcoin Conference.

Participe do maior censo de startups do Brasil! Não deixe de entrar no grupo de discussão do StartSe no Facebook e de inscrever-se na nossa newsletter para receber o melhor de nosso conteúdo!

E caso você tenha interesse em anunciar aqui no StartSe, baixe nosso mídia kit.

[php snippet=5]