Empresas de tecnologia se unem contra Donald Trump no Vale do Silício

Avatar

Por Paula Zogbi

11 de março de 2016 às 09:34 - Atualizado há 5 anos

Logo ReStartSe

GRATUITO, 100% ONLINE E AO VIVO

Inscreva-se para o Maior Programa de Capacitação GRATUITO para empresários, gestores, empreendedores e profissionais que desejam reduzir os impactos da Crise em 2020

CEOs do Vale do Silício, bilionários influentes e políticos do Partido Republicano dos EUA teriam se reunido em uma ilha privada para conversar sobre maneiras de conter a ascensão de Donald Trump, pré-candidato controverso do mesmo partido.

De acordo com o Huffington Post, personalidades como o CEO da Apple Tim Cook, o co-criador do Google Larry Page, o criador do Napster Sean Parker e o CEO da Tesla Elon Musk estavam presentes no evento, o Fórum Mundial do American Enterprise Institute.

O candidato, acusado mais de uma vez de expulsar pessoas negras de seus comícios, constantemente faz críticas às empresas de tecnologia e seus executivos. Entre as declarações polêmicas de Trump, uma das mais emblemáticas para esse grupo de pessoas aconteceu no final de 2015, quando o bilionário disse que queria conversar com Bill Gates para “fechar a internet”.

Recentemente, ele também afirmou que “se a Apple não oferecer informações sobre terroristas às autoridades, passarei a usar apenas Samsung”, a respeito da briga entre a Apple e o FBI sobre os dados pessoais de um usuário de iPhone acusado de participar de um tiroteio.

Diferentemente dos demais pré-candidatos, o dono do conglomerado Trump Organization e da Trump Entertainment Resorts não precisa do apoio de grandes empresários para arrecadar fundos para a sua campanha – inclusive, sempre deixou isso bem claro. Ao mesmo tempo, ele já tem quase todo o apoio de que precisa para conseguir uma nomeação.