Elon Musk nega encomenda de carro a um cliente: "super rude"

Avatar

Por Paula Zogbi

5 de fevereiro de 2016 às 19:00 - Atualizado há 5 anos

Logo Black Friday 2020

Nossos melhores Cursos Executivos ou Programas Internacionais com até 50% off

Quero saber mais

Vem aí a melhor formação de líderes do Brasil

Logo Liderança Exponencial Aprenda as novas competências fundamentais para desenvolver uma liderança exponencial e desenvolva diferenciais competitivos para se tornar um profissional de destaque no mercado.

100% online, aulas ao vivo e gravadas

Próxima turma: De 14 a 17/Dez, das 19hs às 22hs

Inscreva-se agora

Para Elon Musk, o dia 3 de fevereiro deve ter sido “lento”. Ou ao menos foi isso que o empreendedor mundialmente famoso disse em seu Twitter após negar a encomenda de um Model X a um cliente – e ver a repercussão deste ato.

O possível comprador em questão, Stewart Aslop, redigiu um texto onde reclamava do atendimento da Tesla: ele teria feito um pagamento de US$ 5 mil como “sinal” na encomenda de um Model X; mas a companhia o impediu de realizar um test drive. Ele exigia um pedido de desculpas a quem “acredita no produto”.

Pouco tempo depois, um novo texto, intitulado “banido pela Tesla!” foi publicado pelo mesmo cliente. Nele, dizia que Musk “não se sente à vontade” com o fato de Aslop ter um carro Tesla, e explicava que o pedido havia sido cancelado. “Devo admitir, também, que fiquei espantado por ter sido banido pela Tesla. Quando escrevi um post reclamando sobre meu BMW X1, o CEO da BMW não pediu meu carro de volta”, dispara.

Para Musk, a repercussão do caso, que foi parar na mídia ao redor do mundo, só pode significar que foi “um dia sem muitas notícias”, já que chamou “tanta atenção” o fato de ele ter negado serviço a um cliente “super rude”.